quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

O Rei manda avisar, tra-la la la la la lá!

    Jaqueline me pede colo e histórias, mas a enxaqueca está me perturbando, e a menina, espertamente, me conquista me chamando de linda e lembrando o livro com o qual a presenteei há uns tempos, -lembra aquele livro que você me deu o botas gato que tem boneco?
    Pronto! Como o rei da história, caí direitinho! E já comecei a contar e a cantar a história que a minha mãe me contava e o nome Marquês de Carabás me levava à carambolas e cabritos e carabiolas.  Que nome maravilhoso!
    Mesmo sem o livro para brincarmos de teatro, pois vem com os personagens de pano para marionetes de dedo, reconto o conto misturando autores  e fazendo a voz do Rei da excelente coleção disquinhos:
  1. Hum.. Coelho com batatas é meu prato predileto! Hum.. Frango com batatas é meu prato predileto!
  2. Aqui o Rei prefere com cebolas, e, para não desagradar a ninguém, lá vou eu preparar o almoço com ambos pois o marido é como o rei: batatas são seu prato predileto não importa com o quê.
    Como, de minha parte, o peito de frango tem que ser o escolhido preferencialmente por conta de colesterol, acabei virando uma inventora de pratos de frango com batatas a ponto de imaginar um livro com 360 receitas de frango com batatas, variações sobre o mesmo tema!
    Dessa vez, com obra em casa, foi o mais simples. Raquel já me deixa as batatas cozidas  e cortadas em cubinhos para o que der e vier e o peito de frango limpo de fios, gorduras já com um pouco de sal e alho.
    Olho para eles e decido. Hoje a preguiça manda até na assadeira: vai de quentinha mesmo, sujou joga fora!
    Manteiga no fundo, as batatas partidinhas para o Rei , cebolas (que também já ficam partidinhas em um tupperware na geladeira), um pouco de leite e por cima de tudo o queijo ralado na hora, afinal, moro na região do queijo parmesão.
    Enquanto o forno faz a parte dele, manteiga na velha wok deixada aqui por uma visita (não encontro destamanhão pra comprar nova) e cantando, o rei manda avisar, tralálá lá lá lá lá.. , tosto em fogo alto o frango, desviro, um pouco de molho inglês e "voalá!" Perfeito! Arroz parbolizado, feijão carioquinha e uma salada  de abobrinha para mim, que um dia viajará nas ondas da net. O cheiro é ótimo, a tentação é grande, ah.. Só um pouquinho de manteiga  não vai fazer mal... 
    Dessa vez as batatas foram compradas, já plantei batatas literalmente, como as da foto!  É interessante pois o processo é semelhante aos das nossas células, nasce da própria batata, então, se você plantar sempre da mesma, ela vai diminuindo de tamanho a cada safra!  Basta pegar uma já  germinada, sabe aqueles carocinhos feito verrugas? Pois é,   é isso e enfiar na terra. Os cupins e as brocas gostam delas, é por isso que muitas aparecem com uns buracos pretos.  Mas,pra quem não quer agrotóxico na comida, a gente parte fora os buracos e faz que nem o Gato de Botas com o feiticeiro: deita-lhe         as unhas e come!

Nenhum comentário: