domingo, 12 de dezembro de 2010

Tudo vira bolinho

Nunca consegui fazer uma moranga recheada que preste, nunca. Mas eu tento, pois já comi uma deliciosa na casa da Tia Julieta, a casa da infância que até hoje povoa a fantasia de férias. Lendo "Conforte-me com maçãs" onde a autora Ruth Reichl apresenta uma abóbora suíça, resolvi, mais uma vez, tentar. Abóbora desse jeito me leva à carruagem da Cinderela! É uma beleza de prato!
Como camarão anda proibido, resolvi usar frango. Comprei o peito de frango, o leite de coco eh.. ué! a receita não falava nada disso! É só torrada e queijo gruyere.. que também me é proibido..
De onde eu tirei que havia um camarão e um caldo de frango? Ih.. viajei. Então, vamos cozinhar.. e frita o peito de frango no azeite, e coloca uma torradinha no fundo da abóbora, e ..como é que pode caber tantas camadas na receita? ah.. tá errado.. e lá vai o frango e o creme de leite light e  queijo ralado por cima e duas horas de forno.
O cheiro era uma delícia!
Um arroz branquinho pronto e ..
Eca! detestei! A abóbora que tinha sido temperada só com noz moscada , sal grosso e azeite no fundo não tinha gosto; o frango era alho puro, pois peguei os peitos já temperados.. o marido enjoou com UMA colher de creme de leite light, e olha que ele gosta!
Enfim.. bolinhos!
Bati o frango no liquidificador, acrescentei farinha , azeite na assadeira e forno! ótimos bolinhos!!
A abóbora por enquanto está purê, mas vai virar um delicioso bolinho, frito pra ele e assado pra mim..
O livro não fala em bolinhos nem em erros.. só um almoço na Espanha que foi decepcionante e outro em um restaurante bicho-grilo que não tinha comida suficiente e o peru ficou duro (sorry, não tem outro jeito de dizer) . Mas adorei o livro. Fiquei com um pouco de vergonha, é verdade, fico constrangida com essa exposição demasiada, parece que estou lendo diário roubado.. Afinal, ela conta que chifrou o marido, que o marido chifrou ela e tudo com nome verdadeiro.. até aí, como o casamento desandou, tudo bem, mas conta que já casada com o atual Michael , pai do filho dela, ainda rolava um romance com o ex, mesmo que não físico.. ah.. cabeça demais pra mim, anos 70 demais.
As receitas? dificilmente usarei alguma, mas se usar eu conto! De qualquer jeito, fiquei fã, uma leitura leve, verdadeiramente gostosa. E ela é um exemplo de mulher bela, com seu nariz assumidamente judaico bacana, cabelos crespos e olhar fascinante, pelos meus cálculos, aos 50 e poucos anos. E corajosa, e abraça a vida, os amores, os paladares, o prazer e amigos..
A gente sente que ela sabe das limitaçoes, defeitos, sei lá o quê dos amigos mas encara que é assim mesmo, que cada um é de um jeito, não faz fofoca.
Adorei.

9 comentários:

Chris L. disse...

Iniciativa benvinda!Falar de coisas que mexem por dentro da gente.
Eu já fiz frango (refogado em alho e sal), desfiado com leite de côco dentro da moranga,(pré-cozida em água e sal, escorrida e recheada) que ficou SHOW!!!Recheio cremoso bem temperadinho, sem coentro please,com o frango, o leite de côco, os verdinhos,tomatinhos,pimentinha, azeitonas, azeite... fechadinho na moranga, mais um tempo para amalgamar no forno...hummmm!
Com arroz, salada de folhas sem temperos e...vinho!
Foi num natal... quantos natais bonitos, outros nem tanto, mas os sabores felizes ficam!
bj, Chris

Ana P Xavier disse...

ahahahahah...poxa!
é tão frustrante qdo sai pela culatra assim, né?
ainda bem que sempre existem os bolinhos :)
adorei a ideia do blog! voltarei para o próximo café.
beijos!

Bia Cardeal disse...

Mesmo não sendo adepta do café, gostei do blog! Com certeza voltarei várias vezes pra experimentar pelo menos o biscoitinho! Bjs!

Adriana Barreiros disse...

E bolinho de abóbora assado fica bom? Hmmm Me conta?

Tania Rocha disse...

deliciosa ideia! vá fundo. ñ se esqueça das fotos, das imagens etc. visual é tudo hoje em dia.

angela disse...

EHH!! Viva!! Quanta gente legal! Voltei aqui para corrigir a palavra "suíssa", pois é suíça, angela-burra! E foi um ótimo bom dia!
Os bolinhos ficaram show! Cris (desisti do agá) venha aqui , please! e faça a sua para eu aprender! Tania, a pilha tinha acabado, a gente fica crente que as recarregáveis resolvem a vida, rá! tenho litertalmente pilhas de descarregáveis e nunca na hora certa. Bia, você vai acabar gostando de café, mas aguarde os biscoitinhos! E espalhem essa idéia por aí, minha cabeça está fervilhando de livros!!

rosa disse...

Que legal o blog, Angela.
Vai me dar motivação para voltar a cozinhar.
Beijos e sucesso!

Fer Guimaraes Rosa disse...

Angela, bem-vinda ao mundo dos food bloggers e parabéns pela iniciativa. Sabe que eu tenho esse livro da RR há uns anos e NUNCA li. Tenho sempre um pra passar na frente, fazer o que. um beijo,

Fer Guimaraes Rosa disse...

Angela, muito obrigada pelo link, vou retribuir. mas o endereço correto do Chucrute com Salsicha é

http://www.chucrutecomsalsicha.com/

beijo! :-)