quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Fazendo jus ao nome

O fim do ano está próximo, muito próximo. Acredito que agora só escreverei aqui ano que vem.
Preciso dizer a vocês que me acompanharam durante esse ano que só tenho a agradecer. A leitura de quem chega até o fim de meus textos; aos comentários de quem o faz; a leitura de quem só dá uma olhadinha mas está nas estatísticas; a quem topa fazer sorteios e eu tive a sorte de ganhar dois deles no fim do ano( só vou saber se recebi o Mococa ano que vem pois não sairei mais daqui antes disso)  aos blogs que vocês fazem com tanto capricho, tão lindos e informativos. Muitas de vocês eu já tenho como amiga íntima, como a anônima Denise , ou a Renata, e sinto que Josy será uma também... Sem contar com a maravilha de ter conhecido a perfeição de Gina.

Esse ano perdemos uma amiga culinarista blogueira. Foi triste e deixou saudades. Que ano que vem tenhamos nossos males curados, nossos fornos cheios de delícias!



Minha última conversa do ano será de cafezinho com biscoito. Conhecem esse café? Caro pra caramba, mas é muito gostoso e olha que não sou de ver muita diferença entre cafés, em geral só vejo duas: bom ou ruim. Mas a embalagem é toda chinfrosa, tem esse trequinho dentro que imagino que seja para evitar umidade além de um metal que fecha bem o saco depois de aberto. Gostei dele.
E uma delícia com esse biscoito. Acho que já postei a receita dele, vou postar de novo, vale a pena!
1 xíc de açúcar mascavo
1xic de aveia em flocos
1 xic de farinha de trigo integral
1 xíc de farinha de soja
1 de farinha
1 colher de chá de fermento

meia xíc de oleo
meia de água

é só misturar, deixar descansar na geladeira por dez minutos, abrir, cortar, colocar na assadeira sem untar,  e esperar ficar pronto. Não recomendo colocar o dedo como eu fiz pra saber se está pronto pois costuma queimar o dedo. E também não esperar ficar duro como eu fiz pois costuma queimar o biscoito. Mas, fora isso, é bom demais!! Feliz 2012!!!

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Cenouras

Esse porcariazinha aí completa hoje TRINTA anos! Como pode? pra onde ele foi? O engraçado é que ainda sonho com ele assim, pequeno.
Como comia! comia enquanto dessem comida, não parava. Eu dizia que a boia dele tinha vindo com defeito. Comia de tudo! Agora já não gosta de várias coisas. Mas, assim pequeno.. uau. Comia sem parar.

E a gente até hoje brinca com ele pois ele se lembra de quando moramos em BH, e ele lembra de pegar cenouras e comê-las. Eu tentei uma pequena horta por lá e sim, consegui plantar cenouras, uma única vez, mirradas. Então, em homenagem a ele, o post de hoje: o melhor suflê de cenoura da vida!! Cenoura e muçarela.
Então, pegue a cenoura e rale. Quantas? um monte! o quanto você quiser e gostar. Rale também um terço da quantidade de cenouras de muçarela.  Reserve ambos!
Agora duas colheres de margarina na frigideira, mais 3 de farinha e deixe amorenar. Agora é a vez de meia xícara de leite, aos poucos, até ferver. Muçarela!! até derreter. Desligue o fogo, espere amornar e coloque duas gemas. Misture. E as cenouras raladas e tempere a seu gosto. Um pouco de sal, um pouco de nóz moscada, o que você gostar.  E a clara em neve, mas sem girar, movimentos de cima para baixo. Fica um grude interessante por conta do queijo. 
Aí é forno. Costumo untar e enfarinhar as formas. No caso fiz em banho maria porque um desses trecos de vidro que comprei, já não sei mais se os redondos ou os quadrados, não suportam o forno sem a proteção do banho-maria. Só por isso. E ó, vou te contar um caso: bom demais da conta!!!


sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Chegaram!

Chegou!! Ah! que coisa ótima! Eu já sou fã da marca Cocinero, agora vou ser mais ainda! E vou abrir todos ao mesmo tempo para testar os sabores aí conto procês. E a Ecobag é báaaarbara!! Ótima para a mala extra de viagens. Dá pra ir vazia na mala e depois voltar cheia, pois expande. E o I pod.. humm .. será lá que colocarei todo o meu
Adoro. Caso venha a insônia, começo a ouvir , rapidinho pego no sono. Nunca sei quem matou ninguém! ótimo, me divirto ouvindo.  Agora só falta o kit da Mococa que ganhei no blog da baininha linda, Mundo do Sabor  Não vejo a hora de recebê-lo!
 
E ganhar presentes, brindes é muito bom. Eu gostaria de ser mais zen.. sabe como? Daquelas pessoas que não ligam pra nada, que só querem a paz no mundo. Sim, eu quero a paz no mundo, e rezo muito pra isso. Mas ou Deus não acredita em mim ou ele não quer a paz no mundo. Tanta gente legal , com fé, gente boa mesmo, se reúne pedindo a paz no mundo e nada.  Tá, talvez o meu pedido de paz no mundo não tenha tanta força porque eu também quero uma Airfryer Philips Walita . Fazer meus bolinhos sem óleo!! uau. Mas , infelizmente, é a minha prioridade 116. Antes de gastar esse dinheiro com ela há coisas na frente. Como a estrada de acesso daqui do terreno que me isola em tempos de chuva e quebra qualquer carro. 
Mas quero uma. Então entrei no concurso. Ah! mas não ganhei. Buáaaa!!! 
Segue a receita que enviei pro concurso, e, mais abaixo, a vencedora.
Pastel de fubá
Como boa brasileira sou fã das coisas da terra!
Agora, em terras mineiras, aí é que a verdade encerra. 

Então, aceita um pastelzinho? mas é de milho ,meu senhor! Pra você e pro seu filho, agora com mais sabor! Com a AirFryer Plhips Walita acabou o problema de comida frita!
Então, anota aí a receita, é comida brasileira, é comida mineira! Fubá de milho e polvilho de mandioca, combinação que nos toca.

O recheio pode ser a gosto, até mesmo de carne de feijoada, mas dou uma dica pra saúde da moçada: um peito de frango desfiadinho, bem refogadinho com alho e cebola em um fio de azeite, só pra gosto e enfeite. Cozinhe mais um pouco, com água, salsa e cebolinha e pronto! prove e acerte o sal pra ficar bem no seu ponto.
Escorra o frango, coloque azeitona ou queijo de minas em pedaços, é assim que faço, mas não jogue o caldo fora! vamos usar na massa do angu agora!

Um quilo de fubá fininho e peneirado, um litro de água fria, tudo bem misturado. Veja quanto tem de caldo do frango, complete pra fazer um litro, junte tudo no fogo e, como diz a canção, muita ação: não pare de mexer que é pra não embolar! Panela no fogo, não deixa grudar!
Já está engrossando o fubá de milho? então coloque duas colheres de polvilho! mas o azedo, coloque sem queimar o dedo!
E está pronto, já feito, uma massa pra ninguém botar defeito!

Derrube na pedra para não grudar, e com a mão molhada, vai amassando até juntar.
Faça um rolo, parta ao meio, bolinhas amassadas , círculos redondos, abertos na mão e coloque o recheio
Feche o pastel, enfeite as bordas dobrando aos poucos , parecendo cordas.
Agora é a hora da fritura.. hum.. que gostosura!
Ah! meu colesterol! Calma, não fique aflita, agora existe a AirFryer Philps Walita!


"Receita do Fábio, criada e testada especialmente para o concurso, é de rocambole de berinjelas. Olha que delícia que deve ficar: Ingredientes:

1 berinjela média cortada em lâminas finas
1 xícara de tomates secos tenros
2 xícaras de queijo minas cortado em tiras
1 xícara de folhas de manjericão
2 ovos batidos
3 xícaras de farinha de rosca
palitos de dente para prender
sal a gosto

Preparo: Deixe as lâminas de berinjela por 1 hora na água levemente salgada, na geladeira.
Seque as laminas com papel toalha e forme rocamboles inserindo tomates secos, o queijo e manjericão sobre a lâmina. Enrole e feche com os palitos.
Passe no ovo e em seguida na farinha de rosca. Repita a operação.
Coloque na Philips Walita AirFryer e delicie-se com uma receita sem gordura saturada e saudável!"
Bem, não foi dessa vez. Tomara que tenha outra chance.  Mas, se não tenho essa fritadeira fantástica, tenho uma caneca nova!! Ah! muito melhor pois foi presente do meu filho que esteve aqui de ontem pra hoje!! Um filho que sabe o que a gente gosta não tem preço! É uma caneca quadro-negro! A gente desenha o que quiser nela. Então, começo usá-la adiantando o meu desejo pra vocês:
 






terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Enquanto o Natal não vem.

Antes de sair do Rio eu costumava frequentar as festas familiares, mas agora fica tudo mais difícil. E também, são tantas novas famílias! Aqui, só de pai são dois. De mãe, três. Como os filhos vão se dividir? sem contar as conjuges com suas próprias famílias.  Então, o Natal agora está só no nosso coração, e confesso que não é pouco. Sou uma Scrooge revisitada pois o espirito dos Natais Passados são bem legais!
Aí, sem ter a ver com o espírito cristão, acabo de ler o belíssimo livro A Ponte das Turquesas. Na realidade são 4 livros em um só. A autora carioca é historiadora e arqueóloga apaixonada pelo mundo árabe. Enche-nos de receitas e histórias sobre comidas dos sultanatos, dos festejos, dos livros de culinária. A cada banquete imaginamos as taças de ouro e turquesas e diamantes.
Metade do livro nos traz essa riqueza em joias e sabores.
Lamento apenas que muitos dos nomes dos ingredientes sejam desconhecidos para mim e que haja poucas fotos.  Mas o vocabulário apresentado no final do livro esclarece as dúvidas.

E tenho muitas dúvidas. A respeito de tudo! E, às vezes, acho que nasci ontem. Tudo é novidade! E isso é bom, me deslumbro. E foi assim com o feijão fradinho. Nunca tinha entrado na mesa na minha vida! eu até via saladas de feijão em balcões de comida a quilo, mas as evitava. E procurei na rede como fazer, coisa e tal, não foi de muita ajuda. E fiz. E amei! e quero sempre!!
Então, vou escrever a receita pra iniciantes como eu:
Antes de dormir, deixe meio pacote de feijão (uma caneca cheia) de molho .
NO dia seguinte, acorde, escove os dentes, tome o seu café da manhã e lembre: Ih! o feijão!
Jogue fora essa água, coloque na panela de pressão com 3 canecas de água fria. A  minha panela de pressão é elétrica, pois tenho medo de panela de pressão, então são DEZ minutos.
Apitou, tirou da panela e escorreu a água. 
Numa frigideira grande, (uso uma wok velha que uma amiga deixou aqui em casa,nunca encontrei uma nova pra substituir, já não tem alça nem nada) coloque uma colher de azeite, 3 dentes de alho, meia cebola ralada, refogue um pouco, acrescente o feijão e refogue com uma colher de chá de sal. Salsa e cebolinha a gosto. 
E prove. 
Para mim estava bom quente! 
Como eu tinha acabado de fazer carne-assada, e, para meu gosto, eu faço a melhor carne assada do mundo, aquela raspinha maravilhosa que fica depois de cortada na faca elétrica, entrou no conjunto da obra, juntamente com as cenouras (que eu tinha metido na carne assada e que caíram durante o corte)
E não deu gases!!!!!!
Sim, o quintal é amplo, mesmo assim, evito!!

sábado, 17 de dezembro de 2011

Surpreendente!

 Na época de Natal que se quer enfeitar a mesa, a comida, a casa o cachorro, esse bolo veio a calhar. Quando vi na Cozinha da Risonha não acreditei. Bolo de espinafre?? qualé? Mas acreditei nela! quer dizer, só um pouco, pois fiz a metade da receita. Como também não sei se em Portugal os maços de espinafres são do tamanho dos daqui, e também não sei como são os daqui, peguei um punhado que depois de murcho deu quase uma xícara. E usei óleo de Canola, e foram dois ovos, mas no resto, juro! cruz na mão! fiz certinho! Ficou meia hora exata em forno médio.

Claro que não coloquei açúcar por cima, não me recomendo pra tal. Acabo com açúcar no cabelo, em cima da geladeira,um horror. E também eu e as formigas estamos tentando entrar em um acordo agora que elas saem pela tomada e dão um rolé no espaço da cozinha atrás de QUALQUER coisa. Ontem atacaram a garrafa de licor, ah.. não foram legais. Poxa vida, afinal o sítio é enorme, eu não fico invadindo as casas delas.. 
Mas podem encarar a receita completa, e o verde natalino vai dar certo, uma cerejas vermelhas por cima de enfeite, com umas folhas do próprio espinafre, vai ficar lindão!

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Abobrinhas

Estou feliz demais da conta! ( o demais da conta foi em homenagem à Renata de belzonte que me proporcionou tal prazer, não sei se eterno) Ganhei o kit Cocinero com I POd vê se pode!!!  
Estou escorregando no azeite!! Sebosa que só!
Adoro os produtos Cocineros e esses vem com sabores hum.. nem me  aturo de tanta felicidade. Sempre que vou aos correios dou uma olhada pra ver se chegou o kit Mococa, e agora.. Cocinero!

E aí, ontem foi dia de visita. Ó só quem veio pra almoçar: o pai do Cael , também conhecido como Bezão. Devia a visita faz tempo, aí veio. Claro que pra recebê-lo caprichei. Ele veio logo explicando.. ó, como de tudo, mas como MUITO.
Tadinho.. mal deu pra o começo.. (eu habituada com o Shrek, imagina.. mãe de três homens, uma diabética magra que come o tempo todo e outra que quando era pequena fez parte do seguinte diálogo:- Isadora, como é que você gosta de tomar o seu sorvete? e ela:- Muito. )
Então fiz feijão bolinha.. já comeram feijão bolinha? Que delícia! ele tem um pouco de visgo, sei lá, mas é gostoso mesmo. Foi da marca Felgran Nobre. Muito bom mesmo.
Não tem foto, acabou tudo.
Fiz arroz, e aqui é só parbolizado, não uso agulinha. Salada com o que tinha na horta. Almondega de peito de frango, cuja receita já postei, só que dessa vez o pão que usei foi 12 grãos sem adição de açúcar da Seven Boys (estou totalmente apaixonada por esses pães, nem dá mais vontade de fazer pão em casa, pelo meno dos integrais) , batata baroa cozida e depois tostada no azeite e o tema de hoje: abobrinha!

Acabou tudo, claro, delícia das delícias.
400g de ricota
2 ovos
uma abobrinha
1 colher de chá de fermento em pó
nós moscada, sal
embora a receita não pedisse, achei que talvez não funcionasse então usei uma colher de farinha por superstição. Bati no liquidificador e coloquei a mistura no pirex untado e enfarinhado. Talvez desse para ser desenformado, mas isso é pra quem é pós-graduado.
Coloquei pouco, muito pouco, queijo ralado por cima, o queijo estava meio verde, nem deu a tostada, e só. E que delícia boa legal às pampas!!! Sem gordura, coisa fina mesmo!Acho que o cara saiu bem impressionado. Da próxima vez tem que trazer o Cael!

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Tão grande ela era fiquei barrigudo 2

 Aqui a safra cenoural está pra pernalonga algum botar defeito! As raizes costumam pegar muito bem quando nenhum javali ou tatu come antes.
E fiz essa delícia aí embaixo!!!!!!!! Peguei a receita numa dessas revistinhas que vendem em banca de jornal que custam 1,99.  Mas deparei-me num problema seríssimo: lá pras tantas ela dizia" colocar farinha até dar o ponto de pão de ló" E eu lá sei que ponto é esse?
Então  fiz como eu quis e acho que ficou melhor do que devia!! Mas vou escrever conforme está na revistinha.
Refogado:
2 colheres de sopa de óleo
2 colheres de sopa de margarina
4 cenouras raladas no ralo grosso
1 cebola pequena picada
salsa e cebolinha
1 e meio cubinho de caldo de legumes.
  Aqui já fiz diferente, pois reduzi as quantidades de gordura  e usei caldo de galinha caseiro que tenho no freezer.

massa
4 ovos
4 colheres de amido de milho
1 colher de sopa de fermento em pó
farinha de trigo até dar o ponto
aqui mudei, reduzi para 3 ovos e 3 de maizena . A massa fica meio grude.


meia xícara de maionese

Faça o refogado e reserve até esfriar.

Bataa os ovos até dobrarem d e volume, junte  os ingredientes secos (COMO ASSIM? O feremento é pra depois, a farinha também.. vá entender)  formando uma  massa tipo pão deló bem fofa ( nesse ponto me ferrei, mas segui em frente, impávida! e não me arrependo!)  junte a metade do refogado e mexa bem.

Acrescente o fermento e asse em forma retangular untada, forrada com papel que deve ser untado e enfarinhado.
Asse em forno quente sem dourar muito para não quebrar.. ( a ideia é um rocambole, já viu que não rolou, mas não me arrependo!)
Virara em pano úmido ainda quente, retirar o papel e enorlar com o pano.
Deixe esfriar, desenrole e recheiecom o refogado restante misturado com a maionese, enroole novamente.

Claro que ficou mais dourado , claro que não deu pra enrolar, aí fiz assim, tipo sanduíche e não me arrependo!! BOM PRA CARAMBA!!!

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Maçã

Pois é, ja´ falei bastante dela aqui ma ooo frutinha para dar assunto! O tal pomo, símbolo da queda de Adão, é o mesmo que simboliza a redenção no novo testamento. Pelo menos foi assim que os pintores renascentistas o trataram, e, ao que parece, é assim que Apple aparece como fonograma dos Beatles, para que, mais tarde, em mais um ato larápio do falecido Jobbs, virar o símbolo dos computadores.  E a gente nunca sabe nada mesmo, era maçã ou romã o laranja? E porque virou símbolo do pecado da luxúria? ora, Deus falou crescei e multiplicai-vos e não casai e multiplicai-vos.. mas, nós.. homens.. aí, Van Eik nos deixou essa maravilha de pintura: o casamento de Arnolfini.

Essa beleza, uma das intrigantes obra da história das artes, foi pintada em 1421 e, ao que parece, servia de "certidão de casamento", pois, naquela época, dispensava-se a presença do padre, bastando duas testemunhas. E no reflexo do espelho circular, ao centro da parede do fundo, vemos as duas testemunhas pintadas, uma delas, o próprio artista. A moldura da cruz traz as estações da via sacra e a tela é recheada de símbolos de fartura, amor, prosperidade. Arnofine, um banqueiro italiano riquíssimo que morava em Bruges na Holanda, está descalço, seus sapatos de madeira aparecem no canto inferior esquerdo, pois era assim que se casava,  e estão na porta, pois ele é homem do mundo. Já os sapatos vermelhos da noiva Giovanna estão ao pé da cama, lugar onde a mulher deve estar: em casa! Uma única vela acesa simbolizando o olho de Deus; Santa Marta e o dragão entalhados na cabeceira da cama para dar proteção aos nascimentos e sim, o vermelho da paixão, o vermelho da maçã , talvez daí o motivo dessa fruta ter tantos significados e escolhas.. E o que a maçã tem a ver com isso? Nada, mas na janela há uma laranja que também era conhecida como Pomo de Adão . 

Então, como estou com MUITAS maçãs, algo tem que ser feito! Eva, com ela, descobriu a lei da gravidez, Newton, por causa dela , descobriu a lei da gravidade. Eu tenho de descobrir algo também!
As minhas são mais duras que as compradas em mercado e há um pouco de cica na casca. Mas  são ótimas. Como não são perfeitas, são mais chatas para descascar, assim, meti-as no processador  cortando-as em laminas finas. MUITAS. Enchi o pote. Cozinhei um  pouco para amaciá-las com um pouco de açúcar mascavo. Escorridas,  envolvi as lâminas numa mistura de farinha integral, açúcar mascavo (pouco, tudo pouco, duas colheres de cada) e canela. Um único ovo batido foi de penetra na mistura, bem misturado mesmo. E isso foi ao forno. Ó, vou te contar um caso: ótimo! Muitas lâminas de maçãs ligeiramente adocicadas, perfeitas como sobremesa ou lanche! E viva a maçã!

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Farinha da grossa, farinha da fina, farinha me faça ficar pequenina!!

Antes: VIVA!!! olhei pro blog e vi: 100 seguidores. CEM!! bárbaro, obrigada vocês!!

Então quem lembra de Laura Jane falando "areia grossa areia fina areia me faça ficar pequenina?" Era um dos meus quadrinhos prediletos mas não encontro na internet nada sobre ela, please! se alguém souber, tiver pistas, me avise!

Seguinte, marido fora é hora de faxina, e limpa e arruma e oh! as duas farinhas que comprei no Rio venciam HOJE.  Apesar de eu ter prometido que não sujaria nada ja´ que a faxina da cozinha tinha sido ontem( preparei uma camponata na geladeira pra comer diariamente) até estou usando a cafeteirinha individual que Neide me deu pra não sujar nada, tive de biscoitar.
As farinhas já são maravilhosas sozinhas: farinha de amendoa e farinha de ameixa. Ótimas.  Comprei num desses estabelecimento de comidas legais sem ser a casa Pedro e sem ser mundo Verde, lá na Av. Nr.Sra de copacabana, perto da Miguel Lemos, por aí, não sei dizer, vim voltando a pé da casa do filho e vi.
Então fiz biscoitos. DELÍCIA!! O mais escurinho é o de ameixa, e praticamente nada de açúcar ou outra farinha.
Eram só 100 gramas de farinha, coloquei duas colheres de farinha de trigo bem cheias, uma xícara de cafezinho de leite desnatado, duas colheres de sobremesa do resto do açúcar mascavo preto ( fiquei fã da coisa! mas acabou o que era doce e quem comeu -eu no caso-arregalou-se) duas colheres de margarina Qualy light, um ovo caipira. Bati tudo em batedeira e foi às colheradas no tabuleiro untado e enfarinhado( o de ameixa) ou no tabuleiro coberto de papel manteiga .

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Quem não tem pão assa com talo

Moro no meio do nada, então , nem sempre há em casa biscoito pro cafezinho. Aí o jeito é inventar. No caso, seguindo o projeto afina cintura, tudo light e a quantidade deu pra um bolo de caneca de microondas e um par de waffles. O bolo é bom, quentinho, mas o waffle é rápido e faz a vez do biscoito! Foi misturar nesse mixer cujo copo aparece na foto: 1 ovo caipira, 1 colher rasa de açúcar mascavo, 2 colheres de sobremesa de farinha de trigo integral, uma colher de cafezinho de fermento em pó, uma colher de margarina light, duas colheradas de leite. Aí, batido, a massa foi pra caneca do microndas pra virar bolo e o resto waffle. Perfeito! doce na medida certa, bonitão com essa cor dourada . (2 minutos no microondas)Solução.

Mas, nem só de bolo vive o homem, então hoje foi a vez do pão, já que também não tem. E no microondas!! Sim, ótima soluçao, do mesmo jeito. Um ovo caipira, 4 colheres de farinha comum, uma colher de óleo de canola, uma colherada boa de leite desnatado, uma colher de chá de sal (generosa) uma colher de chá de açúcar, uma colherzinha de fermento em pó normal. Orégano. Se eu tivesse queijo parmesão eu teria colocado.
Como ele não fica douradinho por fora, acho que dá pra colocar páprica pra colorir. Fiz naquelas canecas (ah sim! 3 minutos no microondas) Ele ficou massudo, dá pra colocar menos farinha e bater mais. No caso bati na mão. Gosto ótimo! fica úmido quando sai do forno. Aí , pra ficar bonitinho por fora, meti no garfo e no fogo do fogão. (fiz naqueles canecões redondos que os Friends usam no café ) Depois, cortei em tiras finas e torrei na torradeira,uma delícia, aprovadíssimo!

Como tenho horta não preciso usar talos, mas as beterrabas estavam tão lindas que eu tive de usar, e adorei! Com talos e folhas diversas(talo de beterraba,espinafre, brócolis, tudo fresquinho tirado na hora) fiz um refogado no alho somando cebolas carameladas e sal. Gente, que coisa boa! e a textura é ótima! recomendo!

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Eu tô ki tô!!!

Ganhei um kit mococa!!! Estou feliz da vida!! No blog Mundo do Sabor, aquela coisa colorida  e temperada que só a Bahia tem!!Como se não bastasse, olhem só que maravilha que chegou ontem pelo Correio:
 Fala sério: não é pra estar por cima da carne-seca? (gente.. essa dieta está me matando, até as metáforas são comestíveis!) A pretensão é tão grande que usei o verbo no plural: "olhem"como se muita gente lesse:-)) quer dizer, como sou órfã, sei que minha mãe não lê, sei mesmo! Pois se ela lesse lá de cima estaria botando algum defeito , afinal, mãe é mãe. Mas sei que as Denises leem, mas elas já sabem de tudo, pois postei no Facebook e mandei por mail..
 Sei que mesmo lendo, algumas pessoas não LEEM.. ou pior.. acham que eu não sei fazer contas.. é, pois no post anterior coloquei de propósito que o frango foi 3 em 1, e NINGUÉM notou que só havia dois usos! Conclusão: ou não leem  ou são bem educados e pensam.. tadinha da Angela.. tá gagá.. não sabe contar.   Mas foi de propósito .. me dei mal. No entanto,  no terceiro uso me dei bem!! Polenta frita!! Acertei fazer!! (acertamos, a Raquel ajudou)  Com o caldo que sobrou do próprio frango, coloquei mais água pra fazer a quantidade certa para um copo de fubá. Usei fubá de canjica que era o que tinha. Aí, a Raquel mexeu pra fazer o angu. Despejamos na assadeira e coloquei na geladeira. Aí, na hora do almoço, coloquei um pouco de azeite com um pouco de margarina numa tefal. Claro que só fiz um pouquinho, pois o projeto redução de corpos está em pleno funcionamento. Delícia!

E a felicidade continua! Sim, pois chegou ontem pelos correios os livros que comprei na super oferta do Submarino e esse aqui é obrigatório pra quem gosta de saber coisas de alimentos! 1001 comidas para provar antes de morrer. É um tipo almanaque, bárbaro! fotos maravilhosas, texto excelente, informações ótimas!
 Devorei o livro !(pronto, novamente metáfora de comer.. eita dieta!) Chegou a dar felicidade, sério. E comprei baratinho mesmo, dessas ofertas fantásticas.

Pensam que acabou?Naninão! Se alguém gosta de poesia, quer saber minha voz como é por curiosidade, gravei um programa para a rádio educativa de Curitiba que vai ao ar AMANHÃ, rádio FM, Quarta feira, 7 de dezembro de 2011, às 23 horas, programa Poemoda, com canções de Chico e Caetano.. não, fala.. estou escorregando no meu sebo..( metáfora culinária novamente!! a coisa tá feia)O link:http://www.rtve.pr.gov.br/
Assim, começo com a alegria de aparecer em uma página acompanhada por uma das minhas autoras prediletas da infãncia, Senhora Leandro Dupré, e a Revista Recreio me pagou o primeiro cheque literário há 27 anos.. e termino na companhia de Chico e Caetano.. então, com licença que meu ego tá maior que minha barriga!! E que venha o kit Mococa!!

domingo, 4 de dezembro de 2011

Fatos, fotos e fitas.

O FATO: Frango três em Um.
Fiz o melhor frango da vida! mas a foto ficou horrível. Então, segue o jeito:
O frango inteiro levou dois dias para descongelar dentro da geladeira. No terceiro dia, vi que era bom. mesmo assim, com os dedos gelado, fui retirando aquele saco plástico que vem com cabeça e pés e dá medinho, e toda a pele. (destino: os miúdos foram para o microondas dentro do próprio saco e para os cães, pois Junior não come carne crua; os pés para o caseiro que adora, vá entender! a cabeça pro lixo) As asas foram para o caseiro também. Enchi-o de ervas frescas , todas.. eu disse TODAS e sal grosso e mais um tanto de azeite balsâmico e ele dormiu.
No dia seguinte, ele foi dourado com alho e azeite na própria panela de pressão. Aí, com aquele suco todo e mais cenouras e um talo de aipo (aqui se fala salsão) ficou por 15 minutos na pressão. Retirado , foi para o forno! sim! foi assado! E aquele caldo todo da panela virou uma sopa maravilhosa! 

Mas a foto ficou horrosa.
Então, vamos às fotos: ao que parece não me levaram a sério a respeito do espinafre, a coisa É séria. Só as Denises me recomendaram um omelete-bolinho de claras. Apelo. Novamente.



 Mesmo com a ajuda desses dois camaradas, a safra é grande. E temos pêssegos deliciosos e maçãs nem tanto!

3- Fita
Claro que já usei a câmera fotográfica para filminhos, mas pela primeira vez fiz um filme usando o Movie Maker. Inspirada pelo festival do Segundo da Montblanc, enviei a respiração do Junior aí me empolguei e fiz isso aí. Já mandei para os amigos, já postei no facebook e agora aqui de tão empolgada que fiquei com o resultado! O pior é que agora quero fazer vários. Se cuida Waltinho!

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Em ritmo de encolhimento das pessoas

Pois é, mas não é porque precisamos de mais ar para respirar em casa, pois estamos ocupando uma área maior do que gostaríamos, que vou ficar sem o meu cafezinho com biscoito! Aí, para diminuir a culpa faço com farinha integral.. que tem mais calorias do que a comum, mas rola uns lances de fibras, aí ele com café e depois chá de hibisco, e depois muita água, quem sabe se, além de ficar dentro de casa pra não dar vexame na rua, não consigo reduzir?

E ficou UMA DELÍCIA!!
Uma xícara de farinha de trigo integral

2 colheres de açúcar mascavo preto, pretão!!(comprei no Rio)
meia xícara de maizena
2 colheres de margarina Qualy Light
1- ovo caipira
mais ou menos meio copo de leite desnatado.
casca de um limão ralada
algumas passas, só algumas , nem todos receberam. Foi como um brinde para os biscoitos mais bem comportados.
Untei com margarina light o papel manteiga e deixei no forno médio por uns 20 minutos.
Aí bati tudo na batedeira, a massa ficou linda, parecia um caramelo, acho que por conta desse açúcar mascavo preto.  Vai um cafezinho aí?

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Universitários, socorro! Popey chamando!

Seguinte, depois de tantas delícias entramos aqui em casa em acabar com o ritmo de brasil grande, ou de expansão. Estamos agora no sufoco: sai gordura desse corpo que não te pertence!E já começamos com essa delícia, pra mim, e comida do terceiro milênio pro marido, torta de espinafre.


Simples e ótima porém suave. Não foi boa ideia começar a dieta do marido com sabor tão suave, ele precisa  aguçar o paladar, livrar-se dos sabores fáceis das gorduras e sais. Então, MUITO espinafre refogado no azeite e alho. Bate tudo com meia ricota, sal qb, meia xícara de leite desnatado, nós moscada, pimenta do reino, uma gema de ovo caipira, duas colheres rasas de farinha de arroz. Acrescenta a clara bem durinha. Aí, unta o pirex com margarina light e farinha de rosca. Misture algumas nozes qubradas.Coloque metade da massa gostosa e verde na forma, sobre ela uma camada de cebolas caramelizadas, e o resto. Aí é forno e pronto.
Agora o pedido de ajuda: vejam como andam meus espinafres.
É Muito!! então preciso de receitas leves, nada de queijos ralados, cremes de leite, não vale. Ideias pra usufruir desse verde perfeito. Sei que corro o risco de ser confundida com o incrível Hulk depois de um tempo, assim como aconteceu no tempo das abóboras que uma amiga quis me indicar um hepatologista.

Ideias! ideias para espinafre!!

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Quilos a mais, last but not least! comendo fora

Dizem que os últimos serão os primeiros e vou deixar por último a primeiríssima.


Então, Curitiba tem um bairro de lindo nome: Santa Felicidade!  e lá vários restaurantes que, segundo consta, servem rodízio. Fomos em um ENORME, parece que é o segundo maior restaurante do mundo. Chama-se Madalosso. Delícia! e ótimo preço. A coisa é assim, você entra e senta, aí começa o rodízio de massas e frango. A mão que aparece na foto é da minha Tia avó que tem 98 anos! E não permite que a ajudemos a entrar e sair de carros, descer escadas, nada!!
A massa com camarão estava divina e até nhoque com tomate seco me fez mudar de opinião a respeito de nhoques.. olha, é coisa para gente sentar e só sair de lá expulso. Mas, tive de ser educada...
 As tirinhas de polenta frita são um troço de bom! Algum dia volto a tentar fazê-las.
Uma das minhas primas (são 5) trouxe essa belezura para uma das refeições maravilhosas que a anfitriã produzia. Ela contou a história do bolo e de quem faz, mas , como bem notou a Gina, eu estava mais feliz que criança na Disney, então , me esqueci.

Na casa de uma das primas, provei o verdadeiro marron glacê.. HUMMM!! gente! é por isso que minha mãe gostava tanto da coisa e eu não! Eu só conhecia doce de batata, ah.. isso aí é passaporte pro paraíso! E essa pizza encomendada.. E eu lá, fingindo que sou educada, me segurando pra não dar uma de Smeagle. Perfeita!

Nesse lugar cheio de lojas turísticas, perto do bosque do alemão, na saída da torre dos filósofos (acho, não garanto, poucos dias, muitos parques!) além de camisetas de  lembrança para a menina, de um cafezinho, saquinhos com chips de banana da terra, mandioca e batata.. hum.. tudo bom demais da conta, comprei licores. Ainda não provei nenhum, várias garrafinhas. Lá oferecem vinhos para degustação, suco de uva natureba(bom demais!) personalizam rótulos de cachaça, vários chocolates gostosos , doces de alfarroba.. enfim. .. paraíso na terra!

 Pro marido, trouxe esse chocolate em forma de CD que ele devorou na hora! O prato ao lado foi em um restaurante a quilo delicioso na companhia da excelente poeta Etel Frota. (baixem os livros!)
Nos encontramos na Cidade da Música, onde acabei gravando meus poemas para irem ao ar dia 14 de dezembro (na internet também!! ao vivo e ao morto) na rádio educativa  às 11 da noite, creio,  (quando chegar pertinho aviso, aviso aviso!) A delícia do prato foi o filé de linguado à milanesa recheado de queijo... hummmmmmmmmmmmmmmm!

Aprendi o que era a tal cueca virada numa das maravilhosas padarias do Centro Histórico apesar de ainda não ver relação entre o nome e  a pessoa..
E, sim, finalmente, conheci a GINA!!! morram de inveja!! Não só a conheci como ela é legal, como ela me deu uma daquelas hóstias natalinas lindíssimas (mas a doida esqueceu de me avisar que estava dentro da sacola, o que até foi bom, pois além da hóstia ganhei um brinquedo:quebra-cabeça!) e seus biscoitos!! O de chocolate é daquelas coisas que devem entrar no último pedido dos condenados  à morte. Juro, pela minha saúde, nunca comi algo tão bom! e o outro está no blog dela hoje  
onde ela conta nosso encontro com muita propriedade até  mesmo mostra a flor de mel que é INCRÌVEL!!!!
E foi bom demais, em tudo. Tão bom que, quando entramos na catedral fomos saudadas por um coral de Aleluia! Aleluia! lindíssimo, emocionante. E ainda conheci a Desirréé, que é uma laurete maravilhosa!
Ah! vou voltar! sei que ainda vou voltar!

Enquanto isso, retomemos  a programação normal!

domingo, 27 de novembro de 2011

Quilos a mais, terceira parte: cafezinho com biscoito ou a gente não quer só comida, a gente quer comida, diversão e artes.

A Prima já falou nos comentários do post anterior que vai mandar as receitas!
Já morei em BH, já morei nos EUA. Já visitei uns tantos cantos. Amei São Luis do Maranhão! com suas dunas de lençóis. Fortaleza é minha origem, lugar ótimo pra vida. Paris é lindo. Roma.. o começo de tudo. Mas me sentir seilácomo, talvezcomosedeláfosse, Londres e Curitiba. Se não de lá fosse, mas de lá devesse ter sido.
E é de lá a artista que pegou um poemeu e materializou. Rita é tão especial que não coloca seu nome nas suas obras, o selo diz:Atelier Ana Beatriz. Nome  que conjuga o antropônimo da belezura ruiva do clip da Banda Mais Bonita da Cidade e de outra filha sua!

Em seu lugar a gente vira Gulliver em Liliput!! Cadeiras, cestinhas, doces, tudo, TUDO confeccionado lá, por Rita e duas ajudantes. Rita fez um trabalho de registro de lojas curitibanas.
Em seu reino Lilliputiano, Rita nos ofereceu café e companhia. Reparei que em Curitiba as cafeteiras italianas fazem parte do cotidiano. E os cafés são bons. Talvez pelas pessoas que me serviram, pois, no Rio, conheci apenas uma pessoa que fazia o café na cafeteira sextavada e não gostava. A cafeteira da minha prima é linda e.. não pinga!!
Rita também fez um livro, e não sobre ela mesma, o livro de outro minimenino, Helio Leites .  E nos presenteou com o livro. E recomendou: vá à feirinha domingo, encontre  o Helio em frente da loja Gepeto.
Ah.. o endereço prometia!

Aí foi uma emoção daquelas!
Helio conta histórias, faz minipeças surpreendentes e conta histórias. A minha predileta é contada dentro de uma sapatilha de ponta. Nela, uma bailarina que gira, gira, gira.. sim, tudo tem movimento. " A bailarina era tão pobre, tão pobre que não conseguiu se inscrever no Teatro Guaira cuja inscrição é de graça" Como ele diz, frente à miniatura, adulto vira criança e criança vira adulto. E lá estava eu deslumbrada com o mágico das palavras e feituras!! Helio faz arte em palito de fósforo ,sorvete e lata de sardinha. Diz que é o verdadeiro milagre dos peixes, pois vende uma lata de sardinha por 100 reais.


Deslumbrada, caminhamos pela feira vendo o talento dos curitibanos. Como diz alguém importante cujo nome esqueci " a explicação da beleza de certos objetos artesanais está no fato de que o artesão já a repetiu tantas vezes que se livrou de seu ego."
(essa é a minha frase pra pensar da semana, veio de um livro que leio sobre peças mínimas de porcelana japonesa. Se o livro prestar,falo procês. Deve prestar,o autor é premiadíssimo e famoso,eu é que sou relapsa)
E continuo andando feliz e aí... UAU! O mais lindo pão de mel do mundo!! e segundo a senhora que os faz " se achou bonito ,vá ao Mercado e veja uns que uma senhora vende por lá, você vai achar os meus feios!" Será que todo curitibano tem essa linda humildade?



Tudo tão lindo e que delícia! escrevo tomando um cafezinho o pão de mel em forma de bota.. Infelizmente esqueci de fotografar os lindos biscoitos de gengibre em formatos natalinos e enfeitados que também comprei , deliciosos! o gengibre entra mesmo para surpreender! mas comi tudo, desculpe.


E aí, na ópera de arame, esse lugar mágico, um cafezinho com biscoito de canela pra ninguém botar defeito!
(achei a foto de alguns biscoitos de gengibre!)