segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Cocorócocó hoje é dia de festa..

Adorava o disquinho do Patinho Feio! Até hoje sei de cor a maior parte do disco. Faço vozes e tudo! É de uma de suas canções que vem o título deste post.
Pois bem, como frango com batatas é meu prato predileto , prossigamos. O que mais modificar, inventar?
Vocês viram o filme A Magia do Sabor? Se não viram, não vejam. Horrível!  Mesmo se quiserem ver um filme ruim não assistam a esse porque não serve, é ruim demais. Por outro lado, os dois protagonistas são lindos! A moça é uma indiana que ganhou o prêmio de Miss Mundo. Um espetáculo. E o corpo é maravilhoso, diferente do que a gente está se acostumando a ver no cinema, parece coisa de antigamente. Ela é coberta, não é malhada nem magra demais.
Ainda não li o livro que deu no filme, pretendo,pois o assunto é legal. A moça é uma feiticeira, conhece o poder dos temperos e, principalmente, reconhece qual o tempero de cada pessoa. " Gergelim" ela fala pro bonitão, e acrescenta que é o tempero do amor. 

Não me lembro se ela toca em coentro. Adoro coentro.
Então, como faço quando estou sem ideia, folheio os livros de culinária em busca de inspiração. Leio algo que, em geral, me dá uma idéia pra fazer outra coisa. E lá vou eu toda animada.
Peitos de frango já cortados finos, batidos pra afinarem ainda mais.
Um recheio. De quê? Ricota gostosa (algumas são ruins, né? )uns micro pedaços de ameixa preta e outros micro pedaços de azeitona verde. Pouco mesmo, umas três unidades de cada em laminas finas. Os rolinhos foram feitos.  Pirex no forno com azeite. Quando assados, deixei esperar quase até a hora de servir. Quando chegou, um requeijão misturado ao curry.  Smack! De bom!
Aí, salpiquei grãos de coentro , poucos, pra dar um verde ao longe, uma colherzinha de nada , bem amassadinhos no pilão. Salpiquei no frango. Molho de requeijão por cima, uau! Lindo, amarelo, combinação perfeita!Ah! A mulher do Sabor de Magia me diria que coentro dá felicidade! Cada garfada, com o arroz branco, recém feito.. Uau! E, de quebra, a delicioso mogango *caramelado combinando perfeitamente..
O marido chegou.Pra ele, acrescentei batatas fritas na hora, pequenas, já pré cozidas, cubinhos crocantes.. E lá, na expectativa dos elogios! Ele garfou, fez hum de bom. Garfou de novo  e... uma careta!
Me irritei.Sei que não devo, mas me sinto frustrada quando capricho e realmente estou inundada de felicidade , pois gostosura faz isso na gente, e ele não gosta da comida que adorei.
- O que você colocou no recheio do frango?
Desfiei os ingredientes , confesso, um tico irritada.
-  Não entendo... , como diria o Joey, frango good, queijo, good.. Azeitona good.. Jura que não tem mais nada?
- um pouco de coentro.
-Ah! É isso! odeio coentro! Tá explicado! 


Tantos anos de casamento.. Nunca soube que o marido não gostava de coentro. Por outro lado, eu também só soube que eu adorava recentemente. É verdade! O dito só passou a fazer parte da casa desde julho do ano passado. E ele tinha várias histórias sobre coentro, sua rejeição ao condimento, coisa familiar e atávica.
Me ferrei. Pedi desculpas pela minha indesculpavel irritação. Ele desculpou. É um cara legal. 

Então, pensando bem, é melhor assistir ao raio do filme (ruim mas deslumbrante )com outros olhos! Vai que estão falando mal do coentro e eu nem reparei?
Devia ter usado gergelim.



* este mogango foi feito com casca. Um pouco de açúcar cristal na panela, os pedaços do mogango por cima, e, em cima dos pedaços, mais um pouco de açúcar. Solta água, carameliza. É lindo. Como doce não gostei, claro que gostei da parte de açúcar, quem não gosta, mas não pega nele todo, fica estranho. Mas como complemento, principalmente de frango com curry.. nhammy...

3 comentários:

welze disse...

oi anjo, assisti a esse filme e realmente a beleza da moça é demais da conta. o filme, como vc disse, eu podia passar sem ele. mas tudo bem, assisti à coisas piores. boa semana e um abraço

angela disse...

O pior que é.. a gente sempre acaba assistindo a algo pior!
Mas o filme é bonito, tempero é coisa linda mesma e cheirosa.. uso cravo nas roupas guardadas, evitam traças e dá um cheiro ótimo, suave, de limpeza.

Gina disse...

Essa perguntinha do seu marido já ouvi várias vezes. Me faço de boba, colocando uma pitadinha de algo que gosto muito, mas se o marido não gosta, percebe logo. Mas o tal do coentro ninguém gosta...
Não fico sem os condimentos, eles transformam o prato. O problema é que, na minha microfamília de 3, tem sempre um que não gosta de gengibre, curry, páprica, noz-moscada...
Está difícil encontrar um filme que não me dê sono ou será que ando muito cansada? Talvez...
Com essa contrapropaganda, esse eu não veria mesmo. Você é hilária!
Bjs.