sábado, 1 de janeiro de 2011

Feliz Bolo Novo!!

Feliz ano novoooo!! E para comemorar e começar o ano com pé direito invento uma receita. Ora, até parece que sou original.. Que nada, é que tenho algum problema psicológico quanto a seguir receitas ao pé da letra. As receitas alheias me inspiram, daí eu ter zentos livros de culinária.

NO caso, quem me inspirou foi o  delicioso romance Coma Bolo de Jeanne Ray. Recomendo! Não é literatura, é leitura.  E o tipo de tema que adoro, de gente boa que supera seus problemas de forma criativa. No caso, Ruth sabe fazer bolo e acaba pagando suas contas com seus bolos . Ao longo do livro ela nos presenteia com promessas de sabores e a gente fica babando mais que cachorro de Pavlov. Isso é a maravilha dos romances culinários! Em que outro contexto um bom escritor ( e eu me tenho em alta consideração) poderá usar certas expressões e palavras como a que usarei em breve, em relação às amendoas sem ser piegas, breguérrimo e clicherento?

Além da minha crise de autonomia, dois outros fatores me empurram para longe de receitas. O primeiro  é o meu gosto. Ao ler já acho doce demais, gordurento ou com ovos demais, coisa que sei que vai me deixar o dia inteiro como se eu tivesse feito uma excursão a uma granja. E o outro fator seríssimo que me enche de "humpfs" são os ingredientes estrangeiros . Receitas de Portugal sempre levam natas. Ora, eu tive natas quando tive vacas. Agora a única vaca que tenho é o meu timer. As americanas, então.. Aí não vale. Eles tem tudo do mundo inteiro e com consistências que nós não temos. Como seguir receitas?( e quando dizem batata doce querem dizer abobora)

Então, no Coma Bolo, ela fala de um bolo de amendoas.. Hum.. Adoro amendoas! Amendoas no peixe, amendoas na boca.. Hum.. Bom demais.
Resolvi fazer o meu. Tá pronto.. Mas tenho de esperar esfriar pra desenformar.. Essa eu aprendi, se desenforma quente , quebra. Mas eu ADORO bolo quente!
Voltei. Não esperei. Quebrou um pouco..
E fiz o melhor café da vida! Tá bom demais!
Então, peguem amendoas (uma xícara , um pouco menos) e torre um pouco na tefal. (agora vem a frase:) O AROMA QUE EXALA da panela é INEBRIANTE! Verdade.  Enlouquecedor de bom.É só por isso que torro, pelo perfume. Depois, processar em farinha. Uso um mixer.
Aí, liga o forno, e bate duas claras em neve( em geral recomendam 3, mas é ovo demais e eu uso o caipira, pequeno e mais bonito) depois as gemas, aí uma xícara de açúcar aos poucos, e uma colher de margarina (tá bom , se quiserem manteiga usem, se não quiserem nada, não coloquem nada) uma xícara de farinha de trigo, as amendoas moídas,  uma colher de maisena, um pequeno cálice de licor de nozes (pode ser de amendoas, ou nenhum. Eu não vou dizer "um bom licor". Tenho raiva quando dizem "um bom vinho" "um bom vinagre" Ora, se eu compro e uso é porque acho que é bom, né? É o que tem na cidade, o que posso pagar,o que meu paladar curte. No caso é um licor caseiro daqui mesmo) Uma colher de sopa rasa de fermento. Aí, fui pingando leite (desnatado)fora da batedeira pra dar uma consistência mais macia, de bolo.  Estava massudo, com o leite foi dando a moleza.

Achei que ia fazer diferença mas não fez: untei e enfarinhei a forma e depois coloquei açúcar com amendoas raladas. Sei que pode dar certo para o que quero , mas não sei como. Ah! Botei passas( antes passando-as na farinha de trigo para não colarem no fundo)
Um ótimo início de ano! Com o timer marcado para exatos 30 minutos, vim pro computador, escrevi  um pouco, comi e voltei a escrever!
De quebra, segue a receita de Jeanne Ray. (Coloquei geléia no bolo ficou ótimo! Recheado de geleia de damascos deve ser dar festa!)
               FELIZ BOLO NOVO!!
Pão de ló de amendoas  damasco com amaretto
1 e meia xic de amendoas sem pele ligeiramente trituradas
3 xic mais 3 colh de sopa de açúcar cristal
1 xic de manteiga sem sal temperatura ambiente
120g de marzipã idem
6 ovos grandes idem
2 colh de sopa de essencia de amendoas
1 e meia colh sopa de essencia de baunilha
meia xic de amareto
meia xic de aguardente de damasco
2 e meia xic de farinha de trigo
meia xic de farinha com fermento peneirada
1/4 colh de sopa de sal
meia colh de sopa de bicarbonato
1 xic de creme de leite azedo
meia xic de damasco cortado
triture as amendoas com 3 colh de açúcar e reserve, na batedeira misture a manteiga com o açúcar, acrescente o marzipan, um ovo de cada vez, essencias e licor e aguardente acrescente as farinhas e bicarbonato alternando com o creme de leite. Damascos e pronto, na forma untada e no forno.
(creme de leite azedo? onde encontrar marzipã?)


2 comentários:

christiana disse...

Hum, agüei. Quem sabe esse ano a gente se encontra pra um cafezinho (ou vários) ao vivo e a cores?
Menina, meu sumiço não é antipatia não, é que estava em SP, ajudando o namorido com a mudança. Muito trampo! Nem poesia estou escrevendo, fase de incubação total, preparando os novos tempos.
Feliz Ano Novo! Beijos.

angela disse...

Vem pra cá, ué! Chove por todos os céus, mas é bom assim mesmo!