quarta-feira, 6 de abril de 2011

A volta ao mundo em uma mordida

Agora que já somos íntimos, posso me abrir mais um pouco sem assustar.. sou gente boa, juro, mas tenho minhas gonçaladas.. (essa é uma delas, contarei a história no final)
Fiz um bolo hoje e ficou tão bom que corri pra cá pra contar! claro que estou de língua queimada pois AMO bolo quente.
E, para quem lê blog de culinária só pra ver receitas, posto logo de cara a foto da revistinha de onde a tirei, assim, libero logo. Mas, quem quer papear, pegue o cafezinho, pegue um pedaço de bolo e vamos à prosa.

Desculpe o estado da revistinha, é sobre isso que vou falar. Adoro cozinhar! adoro a química culinária, os mistérios das transmutações, mas sou  atolada. Então, o chá derramou na revistinha.. e os pingos de massa.. er.. a colher caiu na batedeira, voou pra longe e foi respingo de massa pra todo canto.. mas eu juro que sou gente boa!!
Raramente uso as receitas conforme elas aparecem, para mim, são inspirações.
Então eu quis fazer um bolo com chá!
Célere, fervi água e coloquei dois saquinhos de chá na xícara.
Mas achei que era ovo demais. Sou contra ovos em excesso. Só admito  receitas  com mais do que dois ovos se forem  para um bolo de casamento. Não para um bolo de um casal. Se como algo com muitos ovos, fico lembrando deles uma eternidade! No livro do Alexandre Dumas há várias receitas com 18, 30 ovos! Imagino que naquele tempo os ovos eram todos caipiríssimos, pequeninos , os outros ingredientes também mirrados em suas composições. Só pode.
Enfim, fiz com dois ovos e tá bom demais.Já foi concessão. Em geral uso um único ovo.

O quê?? tudo isso de mel e açúcar? nem pensar! duas colheres cheias de açúcar já estão de bom tamanho. Bato-as com os  ovos, uma pra cada ovo  pra não haver briga.
Mel.. está demais, mas vamos lá..
porém o mel estava açucarado, me deu preguiça de ficar apertando o frasco, e o outro  tanto de mel   veio em uma garrafa de gargalo fino, pois por aqui há muitos apicultores  do bem. Ainda teria de deixá-lo em banho maria e tinha dúvidas se morno desandaria os ovos.. assim, apertei , apertei  o frasquinho plástico e cansei. Então foi apenas meia xícara de mel.
Prossegui obedientemente até chegar a hora da farinha..  hum.. certamente meia xícara de farinha integral vai fazer bem ao bolo!
Foi aí que a colher se intrometeu na batedeira e a lambança foi feita.
Ah! é a vida!
E lá foi a massa pro forno, senti uma certa felicidade.
E o cheiro das nozes começou a se espalhar pela casa juntamente com  a canela e aos poucos  uma felicidade começou a fazer parte do meu pensamento!
Meia hora exata, tiro-o do forno.
Café feito, um pedaço dele quentinho e .. a História do mundo se tornou real! Juro, fiz parte da guerra dos ingleses para exportar o chá ao novo mundo. Estava lá  nas índias juntamente com as nozes e vendo-as se espalharem pelo planeta. As viagens marítmas em busca de especiarias, o descobrimento da canela! Uma paisagem verde coberta de uvas secando ao sol! o susto dos índios ao verem as galinhas chegando com os portugueses, os navios negreiros e as plantações de açúcar, os girassóis embelezando tudo e seu dourado óleo sendo extraído..
Senti lágrimas nos olhos..
e há gente que precisa de drogas...

Ficou perfeito, sequinho no ponto para o café ou uma cobertura. Doce na medida certa. Cheiroso demais!
E guardo a história das gonçaladas para depois!

12 comentários:

Amanda Luna disse...

Oii, o numero do calçado a vencedora do sorteio terá de mandar junto com o endereço para envio do prêmio.

ahhh já tô te seguindo e obrigado pela visitinha!!
beijuu
www.sermulhereomaximo.com.br

Fer Guimaraes Rosa disse...

HA HA HA HA! Angela, você é a minha alma-gemea! faço tar e quar você fez, e as vezes me dano. não quero vir aqui toda vez que você escreve só pra publicar um comentario com uma gargalhada, mas é assim que eu fico--gargalhando--quando leio seus escritos. muito obrigada e beijo,

Andréa disse...

Angela, você é muito engraçada, é bom demais vir aqui eu até me identifico um pouquinho com você, não gosto de muitos ovos tbm, quando a receita leva três ovos coloco dois, já falei sobre isso no meu blog, sempre tiro a película da gema,não sou fã de muito açúcar,sabe a carne de sol eu faço porque sou chata, faço até liguiça, rsrs.
Menina eu sou chata, chata, rsrs no bom sentido, saúde é coisa séria você bem sabe.
Quanto ao seu bolo com esse café como dizem fresquinho (quentinho) me deu água na boca, êta saudades da minha mãe.
Valeu amei passar por aqui.

bjs,
Andréa..

Andréa disse...

Linguiça, escrevi liguiça, rsrs.
Desculpe os erros de português, na hora de digitar erro muito, rsrs.
bjs...

Silvia - BH disse...

Mais uma que tira ovo e açúcar de receita. Puxa, você escreve muito mas lê-se num instante!

angela disse...

Oba! mais gente nova!
Amanda, eu preciso do sapato vermelho!! Meu pé cresceu com a idade! Céus.. O de salto alto fica pra Rachel, ela vai amar:-)
Fernanda e Andrea, que legal que vocês acham isso, é assim que sou mesmo, não é tipo não. A Gina também falou isso uma vez, fico feliz, pois é muito legal fazer os outros rirem!
Andrea, com a reforma ortográfica todas nos recebemos algum foward explicando algo relacionado com linguiça e a ausência de trema.. tá aqui na ponta da língua pra eu contar! Vou resistir!
Sílvia! Seja muito bem-vinda! Li seus dois comentários.. pois é, falo pra caramba e escrevo pacas. Quando pequena diziam que eu tinha sido vacinada com agulha de vitrola..

Silvia Azevedo disse...

Que honra para mim receber seu comentário no "Pequenos Leitores"! Não sei se é a mim mesmo que você segue, mas de qualquer forma fiquei muito feliz em vê-la por lá; a autora de um dos livros que me ajudou com os primeiros passos da minha monografia.
Fiquei curiosa para conhecer o blog-continuação do "Eu te procuro", mas você não deixou endereço... Vou perguntar ao Sr. Google.
Beijos!
Silvia Azevedo
http://umapitadadecadacoisa.blogspot.com

Renata disse...

Put´s viajei contigo no tempo agora...fui às Indias distantes, terra desconhecida, em busca das especiarias...que legal!

Jeito bem diferente esse de fazer uma receita, corajosa voce hein?

E o negócio do comentário? Resolveu?

ameixa seca disse...

Ha ha, eu também sou assim, às vezes nem sei pra que lado me virar na cozinha :) Só não partilho o gosto pelas uvas passas, mas a loucura é a mesma!

angela disse...

Ameixinha.. com esse apelido não gostas das passas? e das ameixas secas? amo!
Coragem nada, Renata! e tá bom até hoje! Resiste aos dias!

vincent disse...

Hola,

Su blog ha captado nuestra atención por la calidad de sus recetas.

Agradeceríamos que lo registre en Ptitchef.com para poder indexarlo.

Ptitchef es un directorio que referencia los mejores sitios web de
cocina. Cientos de blogs ya se han inscrito y disfrutan de Ptitchef
para darse a conocer.

Para suscribirse a Ptitchef vaya a
http://es.petitchef.com/?obj=front&action=site_ajout_form o en
http://es.petitchef.com y haga clic en "Anade tu blog " en la barra la
parte superior.

Atentamente,

Vincent

Leticia Cinto disse...

Estou lendo seu blog de trás pra frente, rss... Estou adorando os textos e dei muita risada com este. Eu tb digo que sou "pão-dura" para usar ovos, nem considero uma receita que leve muitos ovos :). Bjs e parabéns!