quinta-feira, 16 de junho de 2011

Pão espera marido

Caramba, o tempo passa. Quando eu entrei pra faculdade havia cursos que eram ridicularizados chamados de "curso espera marido". Psicologia ou o que fiz, Pedagogia, eram uns deles. Achavam que a gente só estava lá enquanto não arrumasse um macho. Ainda peguei esse tempo! E, pra mim, foi ontem.
Mas o marido teve que dar uma saída pra gravar e deixou saudades, claro, e eu caí doente. Será de saudades? Ele já queria mobilizar tropas de exército para me buscar! Mas, melhorei e a única coisa, além da coca-cola que eu conseguiria comer seria pão. Moro no meio do nada, então, se quero pão tenho de fazer o pão.  E eu queria o melhor de todos, o pão perfeito. E descobri uma coisa, anotem: axioma de Angela
A ordem dos fatores não altera o produto


Fiz o melhor pão da vida! 
Anh? O quê? os tamanhos são diferentes? Er... pois é, mas até meus filhos são assim,  um com um metro e noventa e outro com um metro e setenta .  Fazer o quê?  
A receita é:
um ovo caipira , uma xícar de kefir, duas colheres de óleo de canola LISA , 2 de margarina Qualy, 3 colheres de açúcar União, 6 xícaras de farinha de trigo Dona Benta, quase todo pacotinho de fermento FERMIX, uma colherzinha de sal Cisne.  Estou dizendo as marcas porque ficou tão maravihoso, mas tão maravilhoso que pode ter sido também pela combinação delas. O kefir é feito com leite desnatado Quatá, para mim o melhor dos leites desnatados. Nem parece que é. 


Ah, mas não foi simples assim! Afinal eu sou a atolada mor. Serelepe da vida, enfiei tudo na máquina de fazer pão e vim pro computador. Quando lembrei dele, a função de amassar já tinha acabado e.. .. céus!! parecia massa podre, parecia que eu ia fazer empada. Tudo embolotado, seco! Tirei da máquina, desliguei a dita, e fui descaroçando com a mão, pois tive uma freira no colégio que me traumatizou.  Freira capitalista! Apesar de eu ter aprendido que não podia se jogar pão no lixo sem beijar antes com uma vizinha, o colégio não ensinou isso não. 


Pois descarocei, acrescentei água, margarina (chegando nas medidas ditas acima) e voltei pra máquina. Pronto! inchou lindo de morrer! Separei em dois a massa, desigualmente, abri com o rolo, enrolei e coloquei em forma untada e enfarinhada dentro do forno por mais uma hora. Inchou tudo de novo!! É bárbaro, parece mágica!
Aí esquentei o forno e deixei dentro por dez minutos no  mais alto. Estou usando esse fogão de 4 bocas Continental. O meu Brastemp de 6, que é velho pra caramba, já não existem peças originais pra ele, coisa e tal, está escapando gás em algum ponto , não muito, mas sinto cheiro. Então troquei, fiquei com esse baratinho que é ótimo.  Depois de dez minutos, mais vinte em fogo médio, ou até a Raquel gritar: Dona Angela o pão deve estar pronto já está moreninho! 
Eram 19 minutos! 
E comi um inteiro, o menorzinho, e deixei o grandão pro marido grandão que teve um troço de felicidade ao provar!


E ele é o autor dessa maravilhosa canção chamada Pão que vocês deveriam poder escutar aqui   
mas não está rolando não sei porquê. Mas o CD Lucidez está à venda, também não sei como nem onde.
Fica a letra. Uma porrada.

O pão que Deus te dá, quando ele dá
Não vá pensar que o pão é seu
Tem que pagar o pão e a paga do patrão
Que Deus também te deu

A cruz da tua existência
À luz da tua penitência
E a fé que tece o véu
O véu da fé que tanto te cegou

Pra não ver que o pão que Deus te dá
É o pão que o diabo amassou




Last, but not least a minha nova chaleira!!!! Agora estou com tudo e estou prosa!! E posso assistir ao programa da Nigella inteiro pois ela vai apitar!

10 comentários:

Denise Diniz disse...

Com certeza,deve ser uma delícia.
Mas só deve funcionar seguindo o pique,o humor e o "brilhantismo"(pode ser?...)da mestre cuca!

angela disse...

Seja bem-vinda Denise!! Que nada, a ordem dos fatores não altera mesmo! O marido diz que só quem tem bom coração consegue fazer comidas boas e simples do dia a dia, mas ele me ama, não vale. E aqui está fazendo 4 graus de noite e 11 graus durante o dia! E cresceu!

Anônimo disse...

HUHU TEM UMA CHARA AGORA , VOU FICAR COM CIUME KKKKK ( BRINCADEIRINHA)QUANTO AO PAO DEVE TER FICADO MARAVILHOSO MAS O QUE GOSTO MESMO E DAS HISTORIAS QUE VEM COM AS RECEITAS . A DOENÇA DEVE TER SIDO DE SAUDADE MESMO AGORA FALAR QUE MORA NO MEIO DO NADA , HAAA VA AQUELAS FOTOS QUE VC POSTOU ME PARECE QUE VC MORA NO MEIO DO TUUUUUDO , TUDO VERDE , TUDO COLORIDO , TUDO NATUREZA TEM AGUA TEM FOGO , NAO PRECISA DE TANTO BEIJOS GRANDES ( A LETRA DA MUSICA E LINDA) DENISE ( A ANONIMA)

DW disse...

iIsto deve ser carma, Angela. As Denises, digo. Do pao, nao sei. Da doenca fico feliz por voce ja estar boa. Bonitas: letra, texto e chaleira.
Aproveitando pra contar : hoje resolvi imitar a Santa, que esta de ferias: "se ela aguenta, que dira eu, que malho".... hahahahaha ate o fim da pagina. Se eu levantar o mindinho amanha, estou no lucro. Ja tomei Dorflex.

ArRiVer disse...

Olá Angela!
Estamos com saudades dos seus comentarios no blog!
Fez geleia ainda?
Abraços

Anônimo disse...

O que a DW quis dizer com carma das Denises ... me explica por favor ha certas coisas que meu tico e teco nao funcionam

angela disse...

OI Denise anônima!! É que existem três denises agora! A Diniz é minha amiga de infância MESMO, reencontrei no facebook. Bárbaro, não?

A "Santa" foi o apelido que dei pra minha mais que empregada que me ajudou a criar meus filhos , ainda ajuda, rá rá, e agora cria, ou melhor, ajuda a DW ! Santa, porque pra aturar minha família , patins pela sala, montes de amigos dos meninos dormindo direto, só canonizando.

Povo bom do Arriver: sempre que há post novo estou pitaqueando, e vocês acham que esse pão maravilhoso comi com o quê? com as geleias que fiz! A campeã foi mesmo a de acerola. Mas ainda tenho uns 6 vidros guardados. Como as amoras congeladas são muitas, em breve estarei comprando mais.

Cristina Gaia disse...

Oi, tudo bem? Pode dizer quanto vai de água na receita??? Obrigada, pois quero fazer esse pão! Adorei tudo no seu blog, acabo de conhecer. Beijos e aguardo sua resposta, Angela!!

Cristina Gaia disse...

Oi, tudo bem? Pode dizer quanto vai de água na receita??? Obrigada, pois quero fazer esse pão! Adorei tudo no seu blog, acabo de conhecer. Beijos e aguardo sua resposta, Angela!!

Cristina Gaia disse...

Oi, tudo bem? Pode dizer quanto vai de água na receita??? Obrigada, pois quero fazer esse pão! Adorei tudo no seu blog, acabo de conhecer. Beijos e aguardo sua resposta, Angela!!