quinta-feira, 7 de julho de 2011

Amor sem beijo é macarrão sem queijo. Ou seria o contrário?

Existe um livro de autoajuda famosão chamado Quem Roubou meu Queijo?. Não li, mas gostaria de avisar que NÃO FUI EU.Não roubei queijo de ninguém!
Tudo isso foi uma mera confusão, um erro de cálculo. Quando vi, tinha 4 queijos tipo frescal, dois requeijões, 3 mussarelas( decidi que vou escrever desse jeito porque é assim que falo:mus-sa-re-la. Pelo menos até ter certeza da grafia ) uma ricota, uma ricota defumada com pimenta, uma mussarela com pimenta, uma mussarela com orégano, um copo de requeijão, 3 sacos de queijão parmesão ralado e ainda alguns queijinhos em uso..
Céus!! Tenho de usar tudo rapidamente!
Comecei a fazer contas mentalmente, fiquei nervosíssima pela quantia que poderia ir pro lixo e iniciei a tarefa.
Comecei com as minhas famosas lasanhas.( também não gosto, tinha de ser com Z, laZanha, é muito mais saborosa com Z)  Já falei sobre elas. Aliás, sabiam que o prato preferido do brasileiro é lasanha? Fizeram uma pesquisa e foi esse o resultado. Aqui em casa deu certo, pois é o preferido do marido e da Raquel.  A arte está em equilibrar a quantidade presunto, massa , queijo e molho e, na hora de assar, colocar uma colherona de leite. Faz toda a diferença! Aí eu congelo. Um pacote de massa faz 5  quentinhas.


Depois da lasanha foi a vez do requeijão. Mas esse foi pro almoço. Eu já tinha feito na véspera uns peitos de frango fantásticos na panela, e tinham sobrado. Eles e o purê de batatas.
Então, foi forrar o pirex que sobrou com o purê, colocar o frango e sobre ele o requeijão. Está pálido assim porque ainda não dourou, óbvio. Ficou no forno por uns 20 minutos. Delicia!!!!! Mas, no dia seguinte, ainda havia sobrado.. então anotem: peito de frango cozido e desfiado bem temperadinho com algumas azeitonas, purê de batatas em igual quantidade e meio pacote de requeijão com duas colheres de farinha. Faça bolinhas e as passe na farinha de trigo. E frite!! Olha, é bom demais da conta!!  Chega a dar raiva de tão bom!

Como existem queijos diferentes! Li o livro Cheese, mas foi a mesma coisa que se não tivesse lido. Lindas fotos, fala sobre queijo mas não tenho a mínima ideia sobre o que fala! Não fixei! Me lembrou uma tia minha que quando ligava lá pra casa era um problema. Coitado de quem atendesse! Ficava horas no telefone falando ran-ran-  ran-ran ouvindo uma voz monocórdica descrevendo, sei lá, baínha de saia amarela. Era uma loucura! A mulher era capaz de falar HORAS na mesma intonação, no mesma velocidade.. dava um sono. Enfim, esse livro é meio assim, mesmo tendo capa dura, sendo bonito, bem pesquisado, tem até umas receitas no final.. mas chato pra caramba.
Mas como há queijos no mundo! Para o queijo frescal, a solução foi fazer empadas , muitas empadas e congelá-las. Para a massa, uma xícara de farinha de trigo, duas colheres de manteiga, meia xícara de maizena, uma colher de chá de sal e água, até fazer a massa e já ir forrando as formas. O recheio é com 3 ovos, meia xícara de leite, uma colherzinha de chá de sal, meio queijo frescal e umas duas colheres de parmesão. Bater tudo e colocar em cima da forma.
Para a ricota, acho que também já falei aqui, uma torta de legumes ótima mesmo!! A massa é feita só de ricota com uma colher de farinha, é misturar e forrar .
O recheio é abobrinha, cenoura, cebola raladas, tudo refogado com azeite e sal. Misturar com um pouco de ricota e forrar e pronto!
Ainda há muito o que fazer, penso em pão de queijo, muffins.. e um queijo , oops, um beijo a todos!

4 comentários:

DW disse...

haha! adorei sua observacao sobre a tia e o livro chato. bom saber que a senhora nao congelou, igualmente, apenas produziu congelados. brrrrr.... faz frio

Gina disse...

Não passo um dia sem queijo minas. Aliás, até passo, sentindo uma falta danada. Bato ponto toda semana na lojinha Lá de Minas e compro meu queijinho, mas experimento antes. Lojinha com degustação é outra coisa! Se não tiver do meu jeito, não compro, mas o povo de lá é meu amigo. Compro o do serro, porque o canastra, infelizmente, só indo lá na serra...
Ficaria maluquinha com tanto queijo em casa.
Lasanha não faço, marido não consegue nem ver. Tiquinho de lasanha só pra mim não dá, né?
Hoje consegui esticar um pouco a prosa com você, mas continuo com várias atividades e quando me dou conta já estou no dia seguinte...rs!
Sugestão: pizza aos 4 queijos!
Bjs.

saborcomletras disse...

Concordo plenamente. Amor sem beijo e macarrão sem queijo é muito sem graça!

Anônimo disse...

Eu näo gosto de macarräo