quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Três coisas

Primeira coisa:
Alguns produtos industriais, convenhamos, matam a pau de tão bom. Além de já virem prontinhos são deliciosos. Não sei se fazem bem, se fazem mal, mas fazem bem ao tempo e ao paladar. Amei de paixão o pão com nozes e castanhas da 7 boys . Delícia! saboroso e realmente cheio de nozes e castanhas!!


Segunda coisa:
Algumas casas , famílias, habitam a nossa memória palativa  com pratos deliciosos. Foi assim com a minha amiga árabe. Ela é quase a minha amiga mais antiga. A gente se conheceu aos 4 anos de idade, e, até hoje, conversamos como ontem. Mas ao longe. A comida na casa dela.. jesuscristinho! tudo era bom. Bom de um jeito inexplicável. Eu que nunca fui muito chegada à carne comi na casa dela um roastbeaf que devia ganhar alguma medalha. Farofa, farofa deliciosa! ( me falou que era feita com biscoito água e sal) , tudo era bom.  Aqui, de vez em quando, ataco de kibe. E tenho folhas de hortelã pra dar e vender. Fiz e recomendo um tabule meio lá meio cá, pois foi sem pepino.  Meio saco de trigo pra quibe ficou de molho por duas horas. Depois escorri com um pano, deixei sequinho. E coloquei cenoura ralada, tomate cereja em pedacinhos, hortelã picadinho, cebola, cebolinha, salsinha. Azeite, vinagre e limão e vou te contar um caso:  Dez! Nota dez!!

terceira coisa:
A cantora vinha almoçar aqui!! Que emoção!! A cantora, embora seja da região, mora na Europa. E , que honra, ela, que é uma das melhores cantoras do Brasil vinha pra cá, pra minha casa!!  E o marido estrangeiro. O que oferecer?
Decidi pelo menu brasileiro: arroz, feijão preto, frango bem feitinho partidinho, refogadinho, farofa gostosa na manteiga, batata frita com alho, uma linda salada e , sei lá se não comem feijão, como já aconteceu com o marido de outra cantora, ou se não comem carne como a professora e a moça que não come carne, decidi um prato alternativo pra completar.

Bolo de milho.  OU souflê murcho de milho.
Simples: duas latas de milho Quero; 2 ovos, um pacotinho de creme de leite Paulista, uma xícara rasa de queijo ralado, duas colheres de manteiga derretida, meia xícara de farinha e uma colher de chá de sal.
Passei tudo isso no processador, as claras bati em neve, e deixei por 35 minutos no forno em forma untada e enfarinhada.  ACERTEI!!! O marido dela adorou!! Comeram de tudo, adoraram, repetiram. E  ele disse que adora milho!! Que é um de seus sabores prediletos.
Ah! só podem ter soprado no meu ouvido!
Acabei esquecendo de fazer a couve. Nem deu pra comer o pão de queijo que deixei pronto pra assar. Vou congelar.

Ainda provaram o meu licor de amoras e adoraram. Aliás, estou em época de amoras! Muitas, várias ! Vou precisar comprar 4 Minutos da Arriver, pois ainda tenho uns 5 kg congelados do ano passado!

De sobremesa, salada de fruta, sorvete de creme kibon, bolo de laranja, cafezinho, queijo de minas e doce de leite da região que a cantora trouxe de presente.

Agora, pergunto: o que pode ser melhor que isso? Conhecer um casal nota dez (sim, ninguém conhecia ninguém, só a VOZ) não queimar ou salgar nada, tudo dar certo.. só poderia ser melhor se eles não morassem na Europa pra tudo reacontecer! A Emoção foi tanta, que as fotos ficaram fora de foco, e o dia terminou assim:





7 comentários:

DW disse...

Entao tudo foi perfeito porque foto fora de foco, so comprar maquina mais moderninha... isso, bobagem total que o dinheiro compra! O resto, nao.
E, eu queria muito a medida do trigo para receita de quibe: 2pra um, 1pra um? quanto de carne, pro trigo?

Norma disse...

Ahhhh que bom que tudo deu certo!!!Amo de paixão tabule e sou enlouquecida por amoras.... A D O R O geleia de amora...Ahhh Angela se vc morasse aqui perto rsrsrs. Aqui é tão dificil achar amoras...
Forte abraço !!!

angela disse...

Que nada, Denise, a máquina é moderninha, a fotógrafa é que é uma besta! O pior é que tenho duas máquinas ótimas e não sei mexer em nenhuma. Mas um dia aprendo. Faço quibe com a receita que vem no verso do pacotinho de trigo, dá certo. Mas faço com peito de frango. A medida é 2 pra 1: dois de carne pra 1 de trigo!
NOrma, vamos ver se a gente dá um jeito nessas amoras. Afinal, você mora perto! Que tal a gente se encontrar em Aparecida? Estou fazendo uma promessa, se Nossa Senhora ajudar, vou até lá!

Lucia Laureano disse...

Oi Ângela!
Prazer em te conhecer!
Sou mãe de duas crianças, um menino de 4 anos e uma menina de 1 e meio, sou consumidora compulsiva de livros infantis e por isso vim aqui te conhecer! Muito prazer!
Agora fiquei com vontade mesmo é de comprar o pão!!!! Consumimos isso em massa lá em casa!!!
Um grande beijo!
Lucia Laureano

angela disse...

Prazer é meu, Lucia! Conjugam as verdadeiras fomes: pão e livros!!!

Kenia Bahr! disse...

Angela, vc é demais!

Norma, aqui em Taubaté os pés estão envergados de amoras!

Bjs

Kenia

Anônimo disse...

Voce realmente e dezzzz esses ultimos dias ando meio choxa sera assim que se escreve mas, voltando ao assunto vc me diverte muito mesmo sem querer vc consegue me tirar gargalhadas quanto as amoras aiiii que delicia amo comer mesmo no pe sujando tudo e manchando a roupa e fico feliz por vc por ter dado tudo certo com as visitas beijos Denise a anonima kkkk