quinta-feira, 15 de março de 2012

Pastel me lembra arte e samba.. já explico

Oi! voltei! Claro que não passei fome esse tempo, o marido voltou de viagem aí a comida é farofa, macarrão, feijão, bife, ovo, tudo aquilo que faz o dia a dia delicioso mas não se come fora de casa nem dá matéria pra blog.
Mas hoje o calor aqui me fez fazer a corriqueira salada de batata acompanhada de pastel de carne que o homem adora! Ele come o pastel de carne e eu de outras coisas. E isso me faz lembrar o tempo de trabalho , quando o chefe vivia. Falo de Ubi Bava, que era chefe do departamento e exigia que comparecêssemos para pedir bênção e comer pastel. Isso mesmo. Pasteis que ele comprava em quantidade industrial de, nada menos , nada mais, da Paula do Salgueiro..

Explicando: o termo passista foi criado pra explicar o que Paula fazia na avenida.  Mas nem só de samba vivia a bela mulher, ela era modelo da Faculdade de Belas Artes, e, depois de aposentada, fritava deliciosos pasteis que vendia pelos corredores da universidade em seu carrinho de feira.  E nós professores lambíamos os beiços sob o patrocínio de um feliz Ubi. O de  banana com canela era o meu predileto. Hoje , então , pra mim, fiz alguns assim, simples, massa pronta mesmo , amassei uma única banana , servi 4 rodinhas de massa e envolvi os ditos depois de fritos em canela e açúcar.

Ah! mas não fiquei por ai.. estão vendo esse colorido?Pois foi com abóbora!!! Experimento perfeito, nota dez!! Dez! fiz diversos: só com abóbora, sal e nóz moscada ( um pedacinho cru mas macio) , queijo de minas e abóbora e orégano e ainda, abóbora com canela e açúcar!! Paula e Ubi teriam aprovado.


Sim, Ubi Bava, como podem ver aqui   foi um pioneiro nas artes abstratas nacionais e realmente o primeiro a inserir elementos óticos.  Hoje vemos que o simpático cantor e compositor Paulinho Moska, em seu programa Zoombido utiliza no cenário suas (dele Paulinho) obras inspiradas no trabalho do Ubi.
A verdade, é que, apesar de Ubi e Paula  já terem ido  há tanto tempo, até hoje não como um pastel sem lembrar deles!  E abóbora é bom, pois vejam só as que vão vir por aí

3 comentários:

Denise Weller disse...

:D :D :D :D :D

Anônimo disse...

Lindos pasteis hummmmmmmmmmm beijo Denise

Gina disse...

E eu com doce de abóbora na geladeira. Deu vontade de fazer pastel assado de abóbora.
O casamento foi bem emocionante, ao ar livre, tempo bom, flores e tudo que eles tinham direito. Aguarde as cenas...
Bjs.