sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Novidades!

 Comprei a máquina de fazer sopa do shoptime! Meu pensamento é esse: ter tudo o que facilita a vida.
Recebi um mail de oferta muuuuuito baratinho e pensei:porque não comprá-la? por que comprá-la? Comprei-a a.  Fiz o básico de legumes. Mas usando um litro de água conforme uma das receitas que vem no manual. Por sinal.. que manual burro!! Quem traduziu?  um japonês que mora em Miami e estuda português com professor indiano? Só pode.  E quem o escreveu? alguém com QI  30 e que não usa, certamente.  Então, confiemos no próprio QI.  E tudo funcionou direitinho. A máquina, de cara, já ficou com o fundo do canecão manchado.  Diferentemente da panela de pressão, a máquina não tem vasilhame, só o canecão e a tampa que faz vez de liquidificador. Achei bárbaro. em 20 minutos a sopa pronta e só sujei o canecão da máquina.  Acho que da próxima vez colocarei menos água. Fiz assim: refoguei a cebola ( é verdade,sujei  a frigideira pra refogar também) e coloquei dentro do canecão legumes e um caldo caseiro de frango (acho que era de frango, esqueci de entiquetar) e pronto. Não ficou tudo líquido não, rolou uma poeirinha de legume ainda a liquefazer, se fosse pra mamadeira teria de coar. Não sei se ficou por conta da máquina ou se foi por conta de algum legume estar mais duro. Não sei.  Mas adorei. Agora vou poder voltar a fazer dieta pois meu sobrinho vai se casar em março e eu tenho de caber no vestido que usei no casamento do meu filho já que é o único que tenho.

Visto isso, outra novidade:
Já ouviram falar em queijo parmesão maturado em vinho? eu nunca tinha ouvido falar. Mas existe! e aí está! tem gosto exatamente de queijo parmesão com vinho. É estranho nesse ponto, você come uma fatia e pensa que bebeu vinho. Mas deve ser saudável, já que vinho tinto faz bem ao coração e queijo parmesão faz mal. Uma baita economia no queijos e vinhos, dois em um!


Bem, comprei músculo. Meu filho adora músculo. Apesar de eu não ser carnívora, de vez em quando preciso de ferro,aí não tem jeito. E coloquei na panela de pressão com alguns legumes para fazer caldo de carne. Mas não coloquei sal, para adicionar de acordo com a comida. Burrice, pois quando ficou pronto eu achei sem gosto e fiquei cozinhando mais e mais. Ok. Fiz o caldo e congelei. E não etiquetei. Mas tudo bem, passado é passado! Como diz um desses recadinhos que li no facebook " não adianta chorar pelo leite derramado.. a não ser que seja você quem vai limpar".   Eu quis fazer algo com o músculo. Passei no processador e fiz um bolo de carne, muito gostoso! músculo moídinho mesmo refogado no azeite e alho e sal, quase um creme, queijo de minas, duas colheres de farinha, uma colher de creme de leite que tinha sobrado, um ovo. Bacaninha mesmo!


sábado, 17 de novembro de 2012

Vale a pena esperar!

OI!!
Lembram do filme Festa de Babete? lembram como os sabores vão tomando conta da mente, da alma do..
Pois é, foi isso que aconteceu comigo hoje.
Tive a honra, o prazer, a delícia, a sorte  de ser convidada por Roseana Murray, sim a poeta, para almoçar em sua casa da montanha. Levei para ela esse queijo de presente, pois moro na terra do leite.São 4 queijos diversos na mesma embalagem: um apimentado, outro defumado, um cremoso ..Muito bom. Vejam a elegãncia da cerâmica, dos pratos e canecas, tudo feito pela artista Evelyn Kligerman irmã de Roseana.
Eu sabia que um dos filhos de Roseana era um chef, mas não sabia que iríamos almoçar no RESTAURANTE BABEL. Vejam o cardápio e babem.. sim, acho que o nome Babel não deve ser por conta de tantas  línguas e linguagens e sim porque é de babar mesmo!!

Tomamos o cafezinho, eu, a anfitriã e minha amiga Gisele, que levei comigo por ser fã enlouquecida de Roseana e pra companhia nas duas horas e meia de viagem (ida). Gisele além de professora aqui de Itamonte, é  mestre em Guimarães Rosa e Adelia Prado e canta divinamente. Daí as três xícaras.

Mordiscamos os sabores do queijo e a poeta avisava.. guardem lugar para o almoço...  E falamos de letras, poemas e poetas,canções e cantões e fomos para .. para o paraíso?
Começamos com essa delícia de queijo de cabra com uma goiabada e a folha de manjericão caramelada estalante.. hum...... o queijo de cabra era meio requeijão e suave..
Aí surgiu esse maravilha que se chama Capucino de Cebola. Nunca imaginei tal combinação. Um creme de cebola quentinho com esse chocolate ..olha, peçam quando lá forem! Esse é um dos lugares pra se ir antes de morrer.
Aí chegaram esses queijinhos com azeites aromatizados. Um aromatizado com cardamono  outro.. ah.. não lembro, tão bom! enquanto aquele vinho servia ao paladar de Roseana e de Gisele, eu tomava uma limonada perfeita de limão rosa.
Os pães, feitos no local, cada um de um jeito. Um sem fermento, outro com condimentos, outro. hum...

Aí , aí.. aí.. ai ai ai! veio a 8a maravilha do mundo: queijo brie a milanesa com goibada. Nesse momento a gente tem certeza de que Deus existe e tem um filho chamado André,que é o chef.


Aí chegou a massa, esse talharim incrível com funghi e brocolis e nectar certamente e prana.
Aí, chegou essa colherzinha com um sorbet de uvas e cachaça , delícia, perfeito e eu estava já pronta pra levantar.. rá! que nada! era só uma dessas maravilhas que limpam o paladar para a chegada do.......

Aí está.. . Uma truta salmonada sobre uma cama de arroz selvagem, batatinhas, molho de limão e sob essa cabeleira de alho poró frito.

Ó, tenho certeza de que sou uma pessoa muito legal! pois o prazer,a perfeição do prato, a oportunidade da conversa só pode ser algum tipo de prêmio!

E aí, a gente pensa que chega, né? Rá! Doce ilusão, doce mesmo!!!
Um mix de sobremesas. A canequinha de ágata vermelha traz um tiramissu que nem na Itália é tão bom. O bolo de chocolate belga é de sair pulando de felicidade. O creme brulé.. céus, porque ninguém me disse que havia algo tão maravilhoso no mundo? e no copinho, um sorvete de creme gelado com chocolate e...



E continua! um café bem passado gostoso com chocolates belgas em forma de borboletas e um brinde delicado, uma lembrança como se fosse possível esquecer. Os cardápios em batik complementam a maravilhosa recepção. aí, voltando, passamos na cidade Visconde de Mauá e vejam as delícias que comprei!



  De volta à Itamonte.... a semana promete!


sábado, 10 de novembro de 2012

Batatinha frita, um dois três!

Oi! Perdão por não ter escrito, mas, como eu disse, há que ter alguma novidade. Por exemplo, vi no blog da Gina um bolo feito de bolinhos.. ah.. um dia farei! Aí será novidade . No entanto.. Na geladeira tinha um salmão, tinha um salmão na geladeira.. Aliás, no freezer. Então achei que estava na hora de fazê-lo pois assisti ao programa do Olivier na China, enlouqueci com o buda feliz que ele comprou! Preciso de um desses, não precisa ser tão grande, mas só de olhá-lo já me dá uma felicidade.. Sempre detestei budas, um gordo orelhudo ah.. mas esse dançando  me passou um sentimento que pronto, cismei: quero um buda feliz.

Mas sim, as batatas!
Então, no grill, fiz o salmão com sal grosso, sal fino e mais um tanto de temperinhos e cebolas. O arroz, fiz com a água dos cogumelos secos. Os cogumelos fiz copiando o programa do Olivier na China.. (ele estava com uma mulher incrível, de Barretos para China! ela estudou inglês, se mandou para os EUA, casou lá e combinou com o marido que queria conhecer o mundo mas não como turista "que tal, você ensina ingles e eu cozinhoi? " pois foi o que fizeram e agora vivem na China há 6 anos e ela ainda não fala chinês!!)

Cogumelos. certamente da Alice, lembram que ela come os cogumelos e cresce? Acho que eram esses, pois  eram tão deliciosos que certamente cresce a barriga, o peito, as bochechas , as coxas...  Primeiro de molho. A água, como eu disse, foi para o arroz. Aí, caramelizar as cebolas, um pouco de alho , tudo no azeite, e tascar os cogumelos, sal e temperinhos de sua predileção.. HUM...

E as batatas, motivo do post? Nunca houve nada melhor. Após descascadas cortei finas, quase transparentes, apenas duas, uma para cada um. E aí, foram para a grelha juntamente com o salmão. E misturadas nos gostos da gordura do salmão, do azeite, dos temperos, da cebola... ai ai ai ai ai....  Para harmonizar os sabores, os cogumelos ficaram em cima de um purê de abóbora simples.. aí vale a pena contar pra dar ideia!!!