quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Sorvete! Ou Adeus Kibon!

Adeus Kibon! Gosto de sorvete de abacaxi sem leite. Para mim o melhor de todos era o que vendia na Colombo. POis bem, além de pouquíssimas calorias e muitíssimas friarias, saudável delicioso! Um abacaxi sem casca e sem o miolão no liquidificador, 100g de açúcar, só isso, e meio copo de água. Bate tudo e coloca na sorveteira por 40 min. Perfeito! não coei, a gente gosta assim, sentido os fiapos, mas acho que deve poder coar, acho que pode coar, pode deixar pedaço.. sei que é bom demais!
Também fiz de chocolate, mas usando leite e leite condensado. Mesmo usando leite condensado light, cacau, chocolate meio amargo, tem calorias. Vou tentar fazer usando água depois conto. Mas só depois do Natal, pois pros filhos vou fazer o delicioso com leite condensado mesmo!

sábado, 14 de setembro de 2013

Copiando a Neide

Oi! Que delicia que delicia! A Neide Rigo do Come-se fez uma torta com uma tal manteiga de queijo que trouxe dessas comilanças viajantes. Bem, e eu agora cismei que vou gostar de iogurte, fiz um potão e vou gostar dessa coisa nem que seja na porrada.  E realmente, a MELHOR massa de torta é a feita com iogurte. Uma xícara de farinha, um ovo caipira, uma colher de margarina, uma pitada de sal, aí é colocar iogurte até a massa ficar no ponto bom. E colocar no freezer.

Agora a gente prepara o recheio bem simples: cebola refogadinha, um tantinho só de pimentão. Refogou? Bótimo! dois ovos misturados, batidinhos na mão como omelete, sal, noz moscada, e o resto de queijo da geladeira. No meu caso era meio queijo de minas duro por fora e mole por dentro.
Tira do freezer a massa, abre, coloca no pirex untado, derrama em cima o creme, e.. tan tan tan tan!! essa beleza de flor que é a capuchinha!
Ó, até o marido que não come flor comeu e disse: arrumou um jeito de eu comer flor..

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Tudo errado!

Vi na rede e quis fazer, aí quis usar aquelas ceramicas bonitinhas que vieram na revista Caras. RÀ! me furniquei!  Não me lembro quem postou, mas lembro que dizia que era uma ótima opção para aquele dia em que você estava sem tempo de cozinhar. Parecia simples, prometia sabor. "Espalhe folhas de peito de peru na forma de cupcake, abra um ovo dentro, tempere a gosto e coloque no forno"
Bonito é.. bem, a primeira dificuldade foi pegar na cassarola. Quente pra caramba! E com luva é pior, porque a luva é gordona, a cassarola é petit!  Mas, a gente se vira, só cuidado pra não tocar no raio da quentorola!
Aí.. eca! a gema do ovo noforno fica igual a de ovo cozido sendo pior, pois é mais seca! Enfim, uma boa droga. Não faço mais. Nem pra melhorar.

Aí o pior de tudo. Eu tinha comprado há tempo aquela máquina de pop cakes,uma oferta, vermelhinha, feliz da minha vida com a máquina. Vinha visita pro café da manhã. Fiz a massa de pão de queijo pronta, que já vem com queijo, não é dessas que precisa de queijo, facim facim. E coloquei  na máquina, e ficou pronto e eu, com uma mão só, burra pra caramba, fui abrir e.. POP! ah! é por isso que se chama pop cake! Porque fez POP! abriu, pulou da bancada e se suicidou. Fim da máquina.

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Improviso ótimo!

Fala sério, só de olhar já dá um hummmmm  e a gente nem sabe o que é. Pois é improviso, suflê de queijo de minas ukitem. U ki tem? tem um resto de queijo em casa, tem orégano, tem dois ovos, tem um tico de azeitona no fundo do vidro, então , bati bem os ovos na batedeira, tasquei o queijo de minas e mais um pouco de tudo , um tanto de azeite, sal, oregano, uma colher de sobremesa de fermento, uma colher de farinha.. e pronto! forno! ah!

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Denorex muito melhor que o original!

Ó! Delicia!! Frango mas não é a milanesa!
Cortei em pedaços, como dá pra ver. Temperei bem legal. Deixei lá descansando os peitos de frango por algumas horas, fiz isso pela manhã e fui fritar na hora do almoço.
Aí peguei o resto de um biscoito salgado, meio cream-cracker, água e sal,  desse gênero, e amassei e também amendoas torradas moídas. 
Melequei o frango com ovo.
E fui apertando aquela mistura.. e fritei em pouco azeite misturado com óleo de girassol, mas pouco mesmo, na frigideira. 
E é BOM DEMAIS!!!!!!!!!!!!!!!!

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

meu novo livro com receitas, Inclusive a de ser feliz.

Estou radiante: meu primeiro livro para adultos e em formato Kindle! O que quer dizer que pode ser lido em tablets e smartphones também.
O livro conta a história de uma senhora, a Marlene, que se vê UMA pela primeira vez. Viúva tem que reaprender a viver.  E o faz. Nesse movimento, muda de cidade, faz novos amigos e até um amor. Crianças, cães, pessoas de sexualidades variadas, vão aos poucos fazendo parte de sua nova vida. E ela a descobre.  E as pessoas se descobrem através dela. Marlene é mar em quem as pessoas navegam, é leme que dá a direção que cada um quer.
Sim, o livro tem  mensagem. A vida é para todos e pode ser espetacular mesmo se não houver espetáculo, viver basta. Mas isso, quando UM vira MUITOS.
Escrevi esse livro na procura de livros para ler. Já que estava com dificuldades de encontrar um livro para adultos ( Crepúsculos e Antes do Por do sol ,apesar dos mesmos belos nomes, não me interessam, são para jovens) que não fosse uma tragédia em atos. Que não fosse complicadíssimo. Que fosse pra cima, com uma história interessante e frases pra sublinhar.  Gostoso de pensar nas personagens, que estas ficassem fazendo parte da nossa vida.
Já que não encontrava livro assim, decidi escrevê-lo. Escrevia e lia pro marido. Um dia parei de escrever , deixei dormindo no computador. E o marido disse: Estou com saudades da Marlene, como ela vai?
Assim o escrevi.
O tempo passou e comprei um Kindle. Me apaixonei pelo trequinho. Eu detesto telefone celular e acho queo tablet seria o máximo se não fosse quente e a bateria durasse. (que coisa fantástica é um tablet! Parece que estou vivendo um conto de James Bond misturado com Fadas! Tv, filmadora, gravador louco, tela de pintura, biblioteca, tudo junto!) Ah! mas o kindle, leve, frio, gostoso de estar na mão e tão bonzinho pras senhores e senhoras ceguetas , permitindo letras garrafais, e tão bonzinho com seus zilhões de livros gratuitos para quem lê em inglês, e .. a coleção inteira de Balsac por 3 dólares! E dá pra sublinhar as frases, e ver quem sublinhou também, e dá pra fazer anotação no livro, e dá pra saber o significado da palavra em qualquer língua!!  Gamei.
E a Editora Descaminhos apareceu me encaminhando!
Estou mais feliz que pinto no lixo!  Espero que vocês gostem da Marlene. O livro é cheio de receitas.

E, em breve, o José que dorme no meu computador surgirá.. Acho que estou crescendo. 

domingo, 7 de julho de 2013

Delícias saudáveis e leves

Hoje é domingo! Pede cachimbo!
Então, como não fumo mais , que tal um bolo?
De repente estamos em um surto de saúde.
Achei por acaso um site cheio de receitas leves,  menos calóricas, e criativas. E estou me divertindo com ela a .. pasmem, pedido do marido! ELE quer mais saúde! Minhas preces foram ouvidas!!!
 Eis a delícia de hoje: bolo de cenoura e abacaxi.
Fiz assim: no liquidificador, uma xícar de óleo (usei girassol) 3 ovos (dois dos meus eram caipiras) uma xícara de açúcar mascavo( como eu não tinha a metade foi de rapadura) uma colher de sobremesa de canela em pó, uma de chá de sal. Bater bem. Margarina light na forma enfarinhe. (aí resolvi inventar, coloquei fatias finas de abacaxi com açúcar light no fundo), agora misturar o que está no liquidficador com uma xícara de cenoura ralada, outra de abacaxi picado, um tanto de castanhas picadas, uma colher de fermento , uma xícara de farinha integral e outra de farinha normal. 30 minutos no forno . Como não aguento, já comi um pedaço quente mesmo antes de tirar da forma. Acho que com amendoas deve ficar muito bom.

Essa empadinha aberta pirou o maridão! Adorou! Fácil demais e light: massa, ricota com aveia, sal a gosto, uma gema . Recheio: ricota com requeijão light, orégano, sal a gosto e uma clara batida em neve!

Hum.. bolo de tangerina com calda de damasco..
A receita original bonitinha é assim, mas eu, claro , não coloquei esse mundão de claras. E usei açúcar light em menor quantidade do que a indicada.
Ingredientes
2 tangerinas
2 gemas
5 claras
¼ de xícara de chá de óleo
½ xícara de chá de adoçante dietético em pó próprio para forno e fogão
2 xícaras de chá de farinha de trigo
1 colher de sopa de fermento em pó
Margarina para untar
Farinha de trigo para polvilhar

Calda
100 gramas de damasco seco
1 xícara de suco de tangerina
4 colheres de sopa de adoçante dietético em pó próprio para forno e fogão
Modo de preparo
Descasque as tangerinas, separe os gomos e retire as sementes. Bata no liquidificador com as gemas, as claras, o óleo e o adoçante. Reserve. Coloque a farinha de trigo e o fermento em uma tigela e despeje a massa da tangerina. Mexa bem e coloque em uma forma média, untada e polvilhada com farinha de trigo. Asse em forno médio (180º C), preaquecido, por cerca de 30 minutos ou até ficar firme. Retire e espere esfriar para desenformar. 

Calda
Deixe os damascos de molho em água por 1 hora, escorra e bata no liquidificador com o suco de tangerina 

domingo, 16 de junho de 2013

Esqueci de tirar foto, usem a imaginação! FRANGO DE VISITA

Sem fotos, ok, mas imaginem!
De repente, 5 pessoas viriam almoçar.  E tirei de letra, eeeeh!!
Salada, claro. Maravilhosa, com tudo e mais um pouco.
Tiro do freezer peito de frango, descongelo, tempero com limão e sal, bacon por cima, forno.
Quando está já assado, ameixas e um copo de requeijão. Forno.
Mas, claro, uma das visitas não come ameixa. Fácil, só tirar.
Outra não tem intolerância à lactose! Coitada! Vida sem queijo!
Para ela, entrecoxas de frango . Tiro a gordurona, deixo no alho, sal e shoyo.
Forno também.
E um estava ruim da barriga, peito de frango grelhado!!
Arroz e feijão.
O Arroz, só uso o parbolizado que nunca empapa, e já deixo refogado na geladeira uns dois quilos. Depois é só meter na máquina de arroz.
E a sobremesa? Não teve?
SIM! Pêssegos em calda com chantily.. gente.. já provaram esse chantilly da Fleishman?


É uma das boas coisas da vida! Sucesso total.

Ah! como um casal tinha dormido aqui em casa, fiz sopa na máquina de sopa que adoro e descobri qual a sopa de legumes que gosto mais:  batata baroa, cenoura, inhame, couve-flor.  Um pouco de cebola caramelizada , sal e torradinhas.  E macarrão com o Pesto da Hemmer? Que coisa boa!!!
O vinho foi por conta deles, mas nem houve necessidade. No almoço, o suco que faço com todo tipo de laranja e de tangerina misturado, fica ótimo. Se a laranja bahia estiver ácida, por exemplo, a lima (ou serra d´agua) contrabalança. Fica MUUITO bom. As árvores estão carregadas.  Sem trabalho, com muita conversa boa e alegria!

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Impossível comer um só! Biscoitos Parati

Gente!! estou apaixonada por essa marca, Parati. Esse minueto, Especial, é perfeito! Lembra os deliciosos lanches Mirabel.O  wafer de chocolate com amendoas também é uma maravilha. E esse aperitivo? Suave e cheio de croc! Lembra biscoitos estrangeiros, franceses ou americanos. Sempre estranhei porque os biscoitos americanos ou franceses eram tão crocantes. Pois estes são! O único problema é que se abrir, a gente come todo de tão bom de mastigar. O aperitivo faz croc, é suave, dá pra usar em receitas! E o preço é ótimo. Estou encantada!


terça-feira, 14 de maio de 2013

monte de coisas

Hum.. começar com o quê?
 Tá, com esse bolo de limão. Ma ó que coisa idiota! quem é que não sabe fazer um bolo de limão? EU!! até achei que sabia  mas.. OH! esqueci de colocar fermento! O marido disse:-tira do forno! aí era tarde demais. E o bicho cresceu, e ficou maravilhoso!! FIM do mundo! pode vir!! já sei fazer bolo sem fermento! Mas usei 3 ovos, acho que isso ajudou. E uma colher de leite, e um limão. Ficou bom.. pro meu gosto, porque o marido não gostou. Aliás ele odeia os meus bolos. Não entendo. Se bato demais ele acha fofo .. não sei qual a diferença.. aqui pra nós acho que ele não gosta de bolo, tem apenas uma lembrança de bolos de padaria na época do anos 70.. na sua juventude.. enfim, naquela hora que batia uma vontade louca de comer doce. É.. meus bolos são com pouco açúcar. Mas amei. Ficou perfeito. LIBERTAÇÂO! nada de fermento!

No dia do bolo eu preparei tambem dois pães, e que houve uma reunião aqui em casa, tudo pro café da manhã. Fiz pães , um deles com açúcar mascavo, e bolo, e geleia.. OH!!! o casal não comia açúcar!! Só dando um tiro na cabeça! E ainda comprei essas balas que acho lindíssimas.. enfim.. 



Agora uma dica maravilhosa!! O marido comprou carne pra fazer assada. Fiz como sempre. Mas ele implicou com a carne antes de comer. Olhou e duvidou dela.. decretou:-não vou comer ..  Estava muito gostosa mas dura, no mesmo açougue de sempre, mas dura. Então.. agora vem a dica: moí, esfarelei a carne já pronta! acrescentei miolo de pão e fritei em bolinhos passando no ovo e .... ............não, não na farinha de rosca: em um biscoito cream cracker quebrado com as mãos , um que ele também tinha implicado!! Gente, mas ficou bom demais! frito, torradinho e ele fazendo hummm que crock é esse? Ao lado, risoto de abobora.  Dessa vez a macaca de imitação aqui copiou o jeito de fazer do Celidônio no Shoptime. 
Para terminar, uma torta de abobrinha que aprendi com a Vovó Palmirinha! Gente, que delícia! a massa da torta é ótima, so vou fazer assim.. bem, a dela é umedecida com iogurte, como eu não tinha, fiz com leite mesmo. DELICIA!!!! Hoje, literalmente, tirem a barriga da miséria! leite.http://www.bemsimples.com/br/receitas/57260-abobrinha-cremosa

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Biscoito Acidental!!

O melhor de todos!
E foi acidente.
Quer dizer, ele aconteceu independente de mim, por vontade própria!
Eu fiz uns joelhos bem feitos pra agradar ao prefeito que não sou besta. Aí pincelei os joelhos com ovo. Sobrou ovo.

Tasquei o ovo que sobrou na batedeira
e duas colheres de margarina
e duas de açúcar mascavo
e deixei batendo, batendo enquanto procurava aveia mas não achei aveia. Então, coloquei o resto de farinha de trigo, umas duas colheres também, e também granola e uma colherzinha de fermento.
Ok, fui fazer outras coisas, então tirei em colheradas e coloquei sobre papel manteiga untado.
Achei estranho porque a consistência estava de chantily, mas pensei: Ah, vai ser suspiro de biscoito.
E deixei no forno baixo (o forno já estava quente)
depois de 20 minutos vi que tinha espalhado pela forma.. não tinha virado suspiro.
pensei:
agora é tarde.
E fui metendo o dedo pra ver quando é que endurecia .. sim, endureceu.
Óh! céus! assim você me mata! delícia! delícia!!!! Hum.. isso com uma cobertura de chocolate.. hum...


quarta-feira, 24 de abril de 2013

Arrebentando a boca do balão!!!

OI!!!
Hoje estou que tou!! Como sabem, moro no meio do mato, onde não há comidas requintadas. Então, já que não há pronto, o negócio é fazer.
E me deu vontade de comer risoto de aspargos, veja só. E meus aspargos não nasceram ainda. Os que eu tinha me deram alegrias mas agora reencarnaram.
Então comprei, encomendei, porque aqui é assim, não tem, mas a gente encomenda e surge. Caro, caríssimo. Mas quanto é que custa um pratinho assim de risoto de aspargos com queijo brie em um restaurante?
Isso mesmo que vocês leram!! Não deixei por menos, esnobei mesmo!
Como fazer?
Procurei na rede, não havia unanimidade, então foi no olho.
Esqueci de comprar manteiga, então coloquei duas colheres de sopa cheias de margarina Qualy e uma colher de azeite reserva especial da Galo.  Derretido, um alho poró bem picadinho e uma cebola média também bem picadinho. AAHH!! antes, eu já tinha cozinhado o aspargos. Em água com sal e os colocado em gelo, e tirado as cabeças, e processado o meio.
Aí coloquei 3 xícaras de arroz arbóreo e refoguei com uma colherzinha de sal.
Hora do caldo de frango . Perguntei ao Chef italiano Luciano se o caldo de legumes era obrigatório, ele disse que sim, que podia até ser o pronto. Mas eu não me dou muito bem com caldo industrializado. Tenho sempre congelado o que faço em casa. Pimba. Botei. e fui regando com a própria água que cozinhou os aspargos.  E provando e cantando...
Que música?
Em geral baixa a Wanderleia e afins.
"estou guardando o que há de bom... em mim.. para lhe dar quando você chegar..."
Jovem guarda na veia! ou melhor, na véia!!
Aí acrescentei o purê de aspargos.
Provei.
Vi que era bom.
Um tico a mais de sal.
Provei.
Vi que era bom demais.
Um cálice de vinho branco..
Hum... bom!
Duas colheres de queijo parmesão..

E aí, quando o arroz ficou bem cozido mas sem ficar molenga, queijo brie!!!
Não quero outra vida!

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Sorvete de chocolate um pouco mais light

Oi!
Não tenho escrito por estar sem novidades. Não vou postra almondega normal com macarrão, né? Só se houver algo diferente. Esse sorvete tem.
Fácil, delícia e ainda pode aproveitar o resto dos ovos de Páscoa!
Na leiteira, juntei uma caixinha de leite condensado Mococa, 3 canecas de leite desnatado e chocolate Garoto, cobertura, semi-amargo.
Fim!
Esperei esfriar e coloquei na sorveteira.  Se fizer em picolé, é um chicabom perfeito. Não medi o chocolate, sei lá, uns dois pedações e mais uma colher de chocolate em pó Nestle pra ficar mais preto. Como ficou BEM forte, dá para matar a vontade comendo pouco! Adorei!! Tô comendo agora mesmo!

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Bolinho tudo de bom

Eu sei, eu sei, se eu tivesse de ganhar a vida como fotógrafa de comida estava ferrada! Mas fico com pressa de dividir as delícias, e, na realidade, é assim que fica mesmo enquanto a gente está comendo. Quando está prontinho fica igual a qualquer bolo. 

Gente, estou APAIXONADA por essa invenção! TUDO DE BOM! ah? esses são os ingredientes, tudo de bom! Isso mesmo é só misturar tudo de bom.  Não sei medidas pois fui misturando tudo de bom. Só não botei mel porque achei que já estava doce o suficiente nem gengibre porque não tinha, se eu tivesse botava.  
Vou dizer mais ou menos:
um ovo
4 colheres de sobremesa de açúcar mascavo
uma xícara rasa de aveia em flocos
meia xícara de farinha integral
uma xícara de farinha de trigo
meia xícara de óleo de soja
uma colher de sobremesa de fermento
meia xicara de canela com açúcar, muuita canela (eu tinha essa sobra, se não tivesse só colocaria a canela)
duas colheres de leite de soja baunilhado em pó. 

E colheradas de tudo de bom: nozes, passas, muita ameixa, granola, amendoas torradas, coco ralado, raspas de chocolate, ovomaltine, nescafé, nóz moscada
Nesse aí eu coloquei um naco de chocolate dentro da massa.. HUMMMMMMMMMMMMMMMMM!
Se fosse em culto religioso eu me converteria na hora!
E fiz em várias versões: fiz em bolinhas na máquina , uma delícia quando frio, quente nem tanto.
Fiz baixinho como biscoitos..hummmmmmmmmmmmm!!! meio crec, meio nhec, com grudezinho..
E em bolinhos.

Olha, não dá gases nem azia!
Tudo de bom!

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Dia de Princesa

Antes de mais nada, obrigada Léia pelas palavras maravilhosas  no seu comentário de ontem!
Agora, vou ser a rainha má da Branca de Neve e mostrar as delicias inspiradoras que minhas papilas gustativas tiveram a sorte de provar no almoço do Chef Luciano Boseggia 

Ele tem duas especialidades: risoto e polenta. Polenta, para mim, era uma gororoba estranha que se partia que minha avó fazia. Aí, em Curitiba, descobri que podia ser frita e assim, como tudo que é frito, uma delícia.
Mas agora descobri a cremosa.. sim, branca e mole mas um sabor muito especial.
Tudo começou com esse serviço. Patês de salmão, pães divinos, sem fermento, queijo paramesão, presunto cru..

 Aí chegaram as polentas. A minha com funghi e da minha amiga patrocinadora de felicidades com queijo

 Enquanto saboreávamos babando, rezando esse risoto de aspargos, certamente o que se come no céu, o chef, abaixo, como bom italiano comia sua pasta.
 Aí.. a sobremesa.. hum.. suflê de chocolate! Pronto, matei dez com essa foto, fala sério! Foi a segunda vez que comi suflê de chocolate, a primeira não achei que era isso tudo não, mas esse.. hum.. Claro que depois de tudo veio um café perfeito acompanhado de trufas maravilhosas de chocolate e ainda.. céus... aquele biscoito de amendôas bem fininho, bem fininho e crocante mas, juro, na mordida rolava um nhec, um grude no dente, um puxa puxa bom demais! Tudo feito lá.
Pronto. ComPRAtilhei!!!  Imaginem os gostos e comam junto. E ricos, quando forem ao Rio não deixem de provar essas maravilhas. Pobres.. sonhem com elas, assim como eu vou sonhar de agora em diante. Vou confessar uma coisa: eu não costumo gostar de gente rica não. Além de não existir riqueza honesta ,  me dá raiva quando eles não sabem fazer coisas legais com dinheiro e ficam perdendo tempo  comprando bolsa de marca . Mas uns sabem aproveitar a vida, e comer assim  , além de ser uma bênção, é sinal de sabedoria. Pois Deus (ou a natureza, conforme a crença) nos deu paladar para ser respeitado! E essas pessoas abençoadas que fazem essas obra de arte merecem ser aplaudidas!  E viva o paladar!

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Rio de Janeiro e algumas delícias

Achei o cabo da máquina!! ehhhh!! Viva!!
Aconteceu de novo!
Recebi um convite maravilhoso para almoçar no restaurante do Hotel Windsor (antigo Meridian) no Leme.
E aí as maravilhas foram acontencendo.
O Chef Luciano me recebeu com honras!
Ele tem duas especialidades famosas: polenta e risoto. Pois comi ambos! E, como tinha sido aniversário dele  nas vésperas, ainda me refestelei com uma sobremesa que deram para ele com ... OURO!!! Sim, comi ouro.  Nada de piadinhas!!:-) Mas antes, vejam esse sorvete que comi, bem gostoso. Nunca tinha ouvido falar em Brejauba!  Comprei dois picolés, um de brejauba e outro de graviola. Mas o de graviola, que costumo amar, era ruim demais, azedo.
Também comprei e comi todinho o famoso pão do Bento. Legal. 
 E fiz esse arroz , me deu vontade de comprar um de cada tipo, vejam o preço, menos de dez reais, e rende uma panela, não é caro já que é de funghi e brócolis  e tudo que se tem de fazer é colocar água e sal a gosto
Mas vamos ao dia de Princesa: olhem essa torta.. dá pra imaginar? vejam, é ouro em cima, sei lá que pó de ouro é esse, se é tinta comestível dourada, se é folha de ouro. Quer dizer, é folha de ouro , reparem a parte de cima.  UM LUXO! e essas camadas... hum... macias, doces mas sem enjoo, dissolvendo sem melecar.. delícia! Amanhã falo do almoço em si. 

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Resoluções de início de ano.

Ainda não encontrei o cabo da camera..
Mas...
Mas...
Mas...
Minha primeira resolução de 2013 aconteceu!!!! EEE!!!!!

Ouço falar em trufa. É trufa pra cá, trufado pra lá.. e é caro, e custa mais que ouro, e isso e aquilo. Então, esse ano tive 3 resoluções: provar qualquer coisa de trufa (azeite trufado serviria) , voltar a fazer ginástica e conhecer um lugar novo.

Pois ganhei 4 trufas!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Trufas negras. Mais ou menos 50g. Então fui ver como se usava. Li que trufa negra pode ser lavada. Lavei. Mesmo assim ficou uma "areiinha" . Cortei bem fininho conforme as fotos que vi  de um chef, ele cortava fininho e colocava sobre o macarrão já pronto.
E segui a receita de suflê que achei na internet sobre um festival de culinária italiana.
É muito bom! e é pra comer pouco mesmo.  Usei 3 delas, a quarta meti em um vidro de azeite.

Adorei o suflê e , a novidade: segui a receita a risca!!! Não mudei nada, medi tudo, usei leite integral, manteiga, tudo.. menina.. por sinal, que coisa maravilhosa é a tal Manteiga Mococa! quando a gente ganha o kit Mococa - que é uma maravilha- vem junto uma lata de manteiga maravihosa, linda, chic.. dá uma dó jogar fora! Bem, é a melhor manteiga que existe. Ponto.

30g de trufas laminadas
50g de manteiga
sal a gosto
35 g de farinha de trigo
2 ovos
250ml de leite

A clara é em neve. Derrete-se a manteiga, faz-se o creme com a farinha e o leite usando um fuet (até isso eu obedeci!) acrescenta-se as gemas. Aí coloca-se as trufas, a clara em neve. Para 4 pessoas.
A foto não diz, mas o gosto é bom. Não acho que valha o preço, não mesmo.  Mas provei! eh!!!!! Eu vi no supermercado Zona Sul um vidrinho bem pequeno, menor que de vick vaporub um subproduto de trufas por 38 reais. Acho que conserva, ou tempero, não sei. Até ia comprar pra provar e fazer valer minha resolução.Mas ganhei! Deu duas porções como esta murcha da foto.
Essas foram minhas compras cariocas. A capa de almofada bordada comprei no camelô por CINCO reais.  Eu tinha um resto de pena de ganso, já meti nela e pronto. Achei o bordado lindo. E essas facas! Lojas americanas, 6 reais cada. E muito boas! Só não me entendi ainda com a capinha de proteção, pois não prende. Se prende não acertei. Mas são lindas! tem essas de maçãs e uma de laranja. Comprei só essas duas, não resisti!

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

A batata da Anne Hathaway

Se tivesse um concurso da pior foto de comida essa aí ganhava longe!  Isso é que dá ficar com preguiça de pegar os óculos. 
Seguinte, tenho muita novidade pois fui ao Rio , mas SUMIU O cabo da máquina de bolso que levei, SUMIU, e o cartão da máquina é pequeno demais pro slot do computador, então, enquanto eu não encontro jeito, vai ficar sem jeito. Vai ver que foi castigo divino, pra pagar a minha vaidade pois eu ia postar umas maravilhas, tirar onda mesmo. Bem feito pra mim. 

Mas aí essa batata é gostosa. Não tanto quanto a maravilhosa atriz anunciou. Vi um programa sobre ela, pois ela teve de fazer uma dieta absurda pra interpretar Os Miseráveis. E disse que agora pode voltar  a comer e que essa batata era uma delícia. É mesmo. 
Asse batata.
Depois, tire a polpa assada, amasse e tempere do jeito que gostar, azeite, alho torrado, sal, cebolinha, o que gostar. Volte ao forno. 

Hum.. gostei!!

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Acordando o pão dormido

Frase do marido: " posso morrer disso que morro feliz!" e "acho que esse deve ser o gosto da Itália
Tá, a foto está uma porcaria mas o gosto.. hum.. Um pão amanhecido, cortar em xadrez, que nem a gente faz com tender, sem ir até o fundo. Aí , nos cortes, moçarela . Um tico de orégano. Na frigideira, uma colher de azeite com as ervas que você gostar. Derrama por cima e leva ao forno. Não, não precisa agradecer.. hummmmmmmmmm!
 Mas aí a sobremesa!! O pão molhado no leite de soja de baunilha, o que restou do monte de coisas que o marido trouxe de SP quando entrei numa de parar de comer laticínio e quase morri de dor de estômago. Então.. .. ah! então molha um pouco o pão nele, só um pouco porque senão fica um creme, se você gosta de creme molhe muito. Eu não gosto, gosto de duro, daqueles de arrancar a dentadura. Então, dá uma torrada no pão com um pouco de gordura, a que preferir. Fiz na margarina. Torrou? tira. Na sobra coloca maçã em fatias e açúcar mascavo, até amolecer um pouco, bota água.. aí faz a mistura de canela e açúcar e pronto e hummmmmmmmmmm!!!

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Comida de mato- Dente de leão

Uma vez eu vi o francês ex da Débora Bloch... Olivier, isso! pois é, tampando os dentes de leão lá na França pra depois fazer salada com eles. Tentei, não adiantou nada. Nem ligaram pra bacia que coloquei em cima. Volta e meia vejo a Neide Rigo deliciando-se catando mato por São Paulo. Bem, estou em época das flores. Mas são amargas pra caramba. Nem o chá.. gostei não, mas acho que é uma boa a gente inventar coisas e perguntei no facebook se alguém tinha ideia sobre o que fazer. As dicas divergiram mas ambas disseram ser necessário antes de qualquer coisa mergulhar em água (uma disse fria outra quente) pra tirar o amargo. Ok. Fui passear deixando as folhas e flores na piscina própria de folhas e flores: com vinagre com sabor hortelã (estou adorando esses vinagres) . Aí sequei bem, o máximo que minha paciência permite e refoguei em alho, cebola azeite, sal pimenta.. aí ficou bom. É uma opção legal. Com purê de batata fica muito bom, e dá pra tirar onda enfeitando com uma flor. Mas sem abelha.


quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Enquanto não tenho netos.. Popcake pra mim!

Comprei.


Pois é, resisto a tudo, menos à tentação. E veio o mail do shoptime oferecendo a máquina por 50 reais, comprei. Chegou hoje. Adorei! Fiz a receita de bolinho de cenoura que veio no folheto. Pena, só vem essa e uma de chocolate que leva zentos ingredientes.
Essa é assim:
1 cenoura crua
1 ovo
2 colheres de fermento ( não dizem que tipo de colher)
1 xíc de açucar
1 xic e meia de farinha
meia xícara de azeite
bater tudo no liquidificador depois colocar açúcar e canela.


O legal é que fica pronto em 2 minutos, então é lindo e uma farra. a receita deve dar pra 3 séries. Fiz só uma, claro, guardei o resto no próprio liquidificador. Mas achei grossa demais, coloquei meia xicara de leite desnatado. Acho que deveria levar  mais um ovo pra ficar perfeito.

A propaganda diz que é para doces e salgados.. me aguardem!!!

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Aprovado!

Peru recheado com farofa da Sadia!
Muito bom! melhor do que o  Peru sadia, aquele que avisa quando está pronto. Delícia mesmo. O marido e eu gostamos! e a coxa também é gostosa, e o peito não é ressecado! Tomara que vendam fora da época de festa! Fiz quase conforme as instruções. Estou sem o papel laminado, então não cobri. E também esqueci de ficar regando como as dicas mandam. Tostou, ficou pretinho por fora, branquinho por dentro, bom demais. O marido gostou da farofa do recheio.  Os cachorros gostaram da pele, tudo bom!

sábado, 5 de janeiro de 2013

Também fiz

Batatas laminadas ou batatas Hasselback

Legal pra variar mas não vale o tempo gasto não. Fica bonito, mas-sei-lá-sabe, mais fama que proveito.
E juro, cruz na mão! não inventei nada, fiz igualzinho às receitas.. quer dizer, usei uma receita que antes de ir ao forno branqueia a batata, igual a do Manjares da Manu

Algumas vão direto ao forno. Legal, batata é bom, mas.. sei-lá-sabe...

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Gosto de infância

Hoje chove e até estou de mangas.
Mas o calor estava forte, e ainda não tenho formas para picolé, então fiz suco de abacaxi em copo de requeijão, com uma rodela de abacaxi no fundo pra segurar o palito de sorvete. E ficou aquela coisa gostosa que eu tomava quando criança em Bom Clima. Chupava o suco doce e ficava só gelo!

E isso me lembrou delícias que só as crianças privilegiavam.
Queijo parmesão. Coisa rara e cara. E ao ralarem para o macarrão, aproveitando tudo, ficava o tiquinho entre os dedos. E a caçula aqui era a premiada! Ah! que delícia!
Também, no Natal, ao se desencaroçar as azeitonas, sobravam no caroço as pontas das azeitonas, claro que vinham pra mim!
Lamber as travessas de brigadeiro, claro.
E havia as doçuras feitas por nós, como bala de açúcar. Só derreter o açúcar, depois jogar no mármore já coberto com manteiga! a colher de pau sempre ficava com açúcar grudado..Diziam que havia bala de açúcar branca, com limão. Nunca vi. Acho que era lenda!
Também fazíamos paçoca. O amendoim era jogado na assadeira e torrava no forno. Depois, passado na máquina de moer carne, utensílio presente em todas as cozinhas, e misturado com açúcar.

Outra coisa gostosa.. pé de moleque! com amendoim e Karo! e também umas coisas boas que minha mãe tinha receita, flocos de milho com leite condensado no forno fazendo uns docinhos..
Enquanto recupero as lembranças, sorvete de gelo!