segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Acordando o pão dormido

Frase do marido: " posso morrer disso que morro feliz!" e "acho que esse deve ser o gosto da Itália
Tá, a foto está uma porcaria mas o gosto.. hum.. Um pão amanhecido, cortar em xadrez, que nem a gente faz com tender, sem ir até o fundo. Aí , nos cortes, moçarela . Um tico de orégano. Na frigideira, uma colher de azeite com as ervas que você gostar. Derrama por cima e leva ao forno. Não, não precisa agradecer.. hummmmmmmmmm!
 Mas aí a sobremesa!! O pão molhado no leite de soja de baunilha, o que restou do monte de coisas que o marido trouxe de SP quando entrei numa de parar de comer laticínio e quase morri de dor de estômago. Então.. .. ah! então molha um pouco o pão nele, só um pouco porque senão fica um creme, se você gosta de creme molhe muito. Eu não gosto, gosto de duro, daqueles de arrancar a dentadura. Então, dá uma torrada no pão com um pouco de gordura, a que preferir. Fiz na margarina. Torrou? tira. Na sobra coloca maçã em fatias e açúcar mascavo, até amolecer um pouco, bota água.. aí faz a mistura de canela e açúcar e pronto e hummmmmmmmmmm!!!

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Comida de mato- Dente de leão

Uma vez eu vi o francês ex da Débora Bloch... Olivier, isso! pois é, tampando os dentes de leão lá na França pra depois fazer salada com eles. Tentei, não adiantou nada. Nem ligaram pra bacia que coloquei em cima. Volta e meia vejo a Neide Rigo deliciando-se catando mato por São Paulo. Bem, estou em época das flores. Mas são amargas pra caramba. Nem o chá.. gostei não, mas acho que é uma boa a gente inventar coisas e perguntei no facebook se alguém tinha ideia sobre o que fazer. As dicas divergiram mas ambas disseram ser necessário antes de qualquer coisa mergulhar em água (uma disse fria outra quente) pra tirar o amargo. Ok. Fui passear deixando as folhas e flores na piscina própria de folhas e flores: com vinagre com sabor hortelã (estou adorando esses vinagres) . Aí sequei bem, o máximo que minha paciência permite e refoguei em alho, cebola azeite, sal pimenta.. aí ficou bom. É uma opção legal. Com purê de batata fica muito bom, e dá pra tirar onda enfeitando com uma flor. Mas sem abelha.


quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Enquanto não tenho netos.. Popcake pra mim!

Comprei.


Pois é, resisto a tudo, menos à tentação. E veio o mail do shoptime oferecendo a máquina por 50 reais, comprei. Chegou hoje. Adorei! Fiz a receita de bolinho de cenoura que veio no folheto. Pena, só vem essa e uma de chocolate que leva zentos ingredientes.
Essa é assim:
1 cenoura crua
1 ovo
2 colheres de fermento ( não dizem que tipo de colher)
1 xíc de açucar
1 xic e meia de farinha
meia xícara de azeite
bater tudo no liquidificador depois colocar açúcar e canela.


O legal é que fica pronto em 2 minutos, então é lindo e uma farra. a receita deve dar pra 3 séries. Fiz só uma, claro, guardei o resto no próprio liquidificador. Mas achei grossa demais, coloquei meia xicara de leite desnatado. Acho que deveria levar  mais um ovo pra ficar perfeito.

A propaganda diz que é para doces e salgados.. me aguardem!!!

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Aprovado!

Peru recheado com farofa da Sadia!
Muito bom! melhor do que o  Peru sadia, aquele que avisa quando está pronto. Delícia mesmo. O marido e eu gostamos! e a coxa também é gostosa, e o peito não é ressecado! Tomara que vendam fora da época de festa! Fiz quase conforme as instruções. Estou sem o papel laminado, então não cobri. E também esqueci de ficar regando como as dicas mandam. Tostou, ficou pretinho por fora, branquinho por dentro, bom demais. O marido gostou da farofa do recheio.  Os cachorros gostaram da pele, tudo bom!

sábado, 5 de janeiro de 2013

Também fiz

Batatas laminadas ou batatas Hasselback

Legal pra variar mas não vale o tempo gasto não. Fica bonito, mas-sei-lá-sabe, mais fama que proveito.
E juro, cruz na mão! não inventei nada, fiz igualzinho às receitas.. quer dizer, usei uma receita que antes de ir ao forno branqueia a batata, igual a do Manjares da Manu

Algumas vão direto ao forno. Legal, batata é bom, mas.. sei-lá-sabe...

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Gosto de infância

Hoje chove e até estou de mangas.
Mas o calor estava forte, e ainda não tenho formas para picolé, então fiz suco de abacaxi em copo de requeijão, com uma rodela de abacaxi no fundo pra segurar o palito de sorvete. E ficou aquela coisa gostosa que eu tomava quando criança em Bom Clima. Chupava o suco doce e ficava só gelo!

E isso me lembrou delícias que só as crianças privilegiavam.
Queijo parmesão. Coisa rara e cara. E ao ralarem para o macarrão, aproveitando tudo, ficava o tiquinho entre os dedos. E a caçula aqui era a premiada! Ah! que delícia!
Também, no Natal, ao se desencaroçar as azeitonas, sobravam no caroço as pontas das azeitonas, claro que vinham pra mim!
Lamber as travessas de brigadeiro, claro.
E havia as doçuras feitas por nós, como bala de açúcar. Só derreter o açúcar, depois jogar no mármore já coberto com manteiga! a colher de pau sempre ficava com açúcar grudado..Diziam que havia bala de açúcar branca, com limão. Nunca vi. Acho que era lenda!
Também fazíamos paçoca. O amendoim era jogado na assadeira e torrava no forno. Depois, passado na máquina de moer carne, utensílio presente em todas as cozinhas, e misturado com açúcar.

Outra coisa gostosa.. pé de moleque! com amendoim e Karo! e também umas coisas boas que minha mãe tinha receita, flocos de milho com leite condensado no forno fazendo uns docinhos..
Enquanto recupero as lembranças, sorvete de gelo!