quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Bolinho tudo de bom

Eu sei, eu sei, se eu tivesse de ganhar a vida como fotógrafa de comida estava ferrada! Mas fico com pressa de dividir as delícias, e, na realidade, é assim que fica mesmo enquanto a gente está comendo. Quando está prontinho fica igual a qualquer bolo. 

Gente, estou APAIXONADA por essa invenção! TUDO DE BOM! ah? esses são os ingredientes, tudo de bom! Isso mesmo é só misturar tudo de bom.  Não sei medidas pois fui misturando tudo de bom. Só não botei mel porque achei que já estava doce o suficiente nem gengibre porque não tinha, se eu tivesse botava.  
Vou dizer mais ou menos:
um ovo
4 colheres de sobremesa de açúcar mascavo
uma xícara rasa de aveia em flocos
meia xícara de farinha integral
uma xícara de farinha de trigo
meia xícara de óleo de soja
uma colher de sobremesa de fermento
meia xicara de canela com açúcar, muuita canela (eu tinha essa sobra, se não tivesse só colocaria a canela)
duas colheres de leite de soja baunilhado em pó. 

E colheradas de tudo de bom: nozes, passas, muita ameixa, granola, amendoas torradas, coco ralado, raspas de chocolate, ovomaltine, nescafé, nóz moscada
Nesse aí eu coloquei um naco de chocolate dentro da massa.. HUMMMMMMMMMMMMMMMMM!
Se fosse em culto religioso eu me converteria na hora!
E fiz em várias versões: fiz em bolinhas na máquina , uma delícia quando frio, quente nem tanto.
Fiz baixinho como biscoitos..hummmmmmmmmmmmm!!! meio crec, meio nhec, com grudezinho..
E em bolinhos.

Olha, não dá gases nem azia!
Tudo de bom!

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Dia de Princesa

Antes de mais nada, obrigada Léia pelas palavras maravilhosas  no seu comentário de ontem!
Agora, vou ser a rainha má da Branca de Neve e mostrar as delicias inspiradoras que minhas papilas gustativas tiveram a sorte de provar no almoço do Chef Luciano Boseggia 

Ele tem duas especialidades: risoto e polenta. Polenta, para mim, era uma gororoba estranha que se partia que minha avó fazia. Aí, em Curitiba, descobri que podia ser frita e assim, como tudo que é frito, uma delícia.
Mas agora descobri a cremosa.. sim, branca e mole mas um sabor muito especial.
Tudo começou com esse serviço. Patês de salmão, pães divinos, sem fermento, queijo paramesão, presunto cru..

 Aí chegaram as polentas. A minha com funghi e da minha amiga patrocinadora de felicidades com queijo

 Enquanto saboreávamos babando, rezando esse risoto de aspargos, certamente o que se come no céu, o chef, abaixo, como bom italiano comia sua pasta.
 Aí.. a sobremesa.. hum.. suflê de chocolate! Pronto, matei dez com essa foto, fala sério! Foi a segunda vez que comi suflê de chocolate, a primeira não achei que era isso tudo não, mas esse.. hum.. Claro que depois de tudo veio um café perfeito acompanhado de trufas maravilhosas de chocolate e ainda.. céus... aquele biscoito de amendôas bem fininho, bem fininho e crocante mas, juro, na mordida rolava um nhec, um grude no dente, um puxa puxa bom demais! Tudo feito lá.
Pronto. ComPRAtilhei!!!  Imaginem os gostos e comam junto. E ricos, quando forem ao Rio não deixem de provar essas maravilhas. Pobres.. sonhem com elas, assim como eu vou sonhar de agora em diante. Vou confessar uma coisa: eu não costumo gostar de gente rica não. Além de não existir riqueza honesta ,  me dá raiva quando eles não sabem fazer coisas legais com dinheiro e ficam perdendo tempo  comprando bolsa de marca . Mas uns sabem aproveitar a vida, e comer assim  , além de ser uma bênção, é sinal de sabedoria. Pois Deus (ou a natureza, conforme a crença) nos deu paladar para ser respeitado! E essas pessoas abençoadas que fazem essas obra de arte merecem ser aplaudidas!  E viva o paladar!

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Rio de Janeiro e algumas delícias

Achei o cabo da máquina!! ehhhh!! Viva!!
Aconteceu de novo!
Recebi um convite maravilhoso para almoçar no restaurante do Hotel Windsor (antigo Meridian) no Leme.
E aí as maravilhas foram acontencendo.
O Chef Luciano me recebeu com honras!
Ele tem duas especialidades famosas: polenta e risoto. Pois comi ambos! E, como tinha sido aniversário dele  nas vésperas, ainda me refestelei com uma sobremesa que deram para ele com ... OURO!!! Sim, comi ouro.  Nada de piadinhas!!:-) Mas antes, vejam esse sorvete que comi, bem gostoso. Nunca tinha ouvido falar em Brejauba!  Comprei dois picolés, um de brejauba e outro de graviola. Mas o de graviola, que costumo amar, era ruim demais, azedo.
Também comprei e comi todinho o famoso pão do Bento. Legal. 
 E fiz esse arroz , me deu vontade de comprar um de cada tipo, vejam o preço, menos de dez reais, e rende uma panela, não é caro já que é de funghi e brócolis  e tudo que se tem de fazer é colocar água e sal a gosto
Mas vamos ao dia de Princesa: olhem essa torta.. dá pra imaginar? vejam, é ouro em cima, sei lá que pó de ouro é esse, se é tinta comestível dourada, se é folha de ouro. Quer dizer, é folha de ouro , reparem a parte de cima.  UM LUXO! e essas camadas... hum... macias, doces mas sem enjoo, dissolvendo sem melecar.. delícia! Amanhã falo do almoço em si. 

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Resoluções de início de ano.

Ainda não encontrei o cabo da camera..
Mas...
Mas...
Mas...
Minha primeira resolução de 2013 aconteceu!!!! EEE!!!!!

Ouço falar em trufa. É trufa pra cá, trufado pra lá.. e é caro, e custa mais que ouro, e isso e aquilo. Então, esse ano tive 3 resoluções: provar qualquer coisa de trufa (azeite trufado serviria) , voltar a fazer ginástica e conhecer um lugar novo.

Pois ganhei 4 trufas!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Trufas negras. Mais ou menos 50g. Então fui ver como se usava. Li que trufa negra pode ser lavada. Lavei. Mesmo assim ficou uma "areiinha" . Cortei bem fininho conforme as fotos que vi  de um chef, ele cortava fininho e colocava sobre o macarrão já pronto.
E segui a receita de suflê que achei na internet sobre um festival de culinária italiana.
É muito bom! e é pra comer pouco mesmo.  Usei 3 delas, a quarta meti em um vidro de azeite.

Adorei o suflê e , a novidade: segui a receita a risca!!! Não mudei nada, medi tudo, usei leite integral, manteiga, tudo.. menina.. por sinal, que coisa maravilhosa é a tal Manteiga Mococa! quando a gente ganha o kit Mococa - que é uma maravilha- vem junto uma lata de manteiga maravihosa, linda, chic.. dá uma dó jogar fora! Bem, é a melhor manteiga que existe. Ponto.

30g de trufas laminadas
50g de manteiga
sal a gosto
35 g de farinha de trigo
2 ovos
250ml de leite

A clara é em neve. Derrete-se a manteiga, faz-se o creme com a farinha e o leite usando um fuet (até isso eu obedeci!) acrescenta-se as gemas. Aí coloca-se as trufas, a clara em neve. Para 4 pessoas.
A foto não diz, mas o gosto é bom. Não acho que valha o preço, não mesmo.  Mas provei! eh!!!!! Eu vi no supermercado Zona Sul um vidrinho bem pequeno, menor que de vick vaporub um subproduto de trufas por 38 reais. Acho que conserva, ou tempero, não sei. Até ia comprar pra provar e fazer valer minha resolução.Mas ganhei! Deu duas porções como esta murcha da foto.
Essas foram minhas compras cariocas. A capa de almofada bordada comprei no camelô por CINCO reais.  Eu tinha um resto de pena de ganso, já meti nela e pronto. Achei o bordado lindo. E essas facas! Lojas americanas, 6 reais cada. E muito boas! Só não me entendi ainda com a capinha de proteção, pois não prende. Se prende não acertei. Mas são lindas! tem essas de maçãs e uma de laranja. Comprei só essas duas, não resisti!

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

A batata da Anne Hathaway

Se tivesse um concurso da pior foto de comida essa aí ganhava longe!  Isso é que dá ficar com preguiça de pegar os óculos. 
Seguinte, tenho muita novidade pois fui ao Rio , mas SUMIU O cabo da máquina de bolso que levei, SUMIU, e o cartão da máquina é pequeno demais pro slot do computador, então, enquanto eu não encontro jeito, vai ficar sem jeito. Vai ver que foi castigo divino, pra pagar a minha vaidade pois eu ia postar umas maravilhas, tirar onda mesmo. Bem feito pra mim. 

Mas aí essa batata é gostosa. Não tanto quanto a maravilhosa atriz anunciou. Vi um programa sobre ela, pois ela teve de fazer uma dieta absurda pra interpretar Os Miseráveis. E disse que agora pode voltar  a comer e que essa batata era uma delícia. É mesmo. 
Asse batata.
Depois, tire a polpa assada, amasse e tempere do jeito que gostar, azeite, alho torrado, sal, cebolinha, o que gostar. Volte ao forno. 

Hum.. gostei!!